O PRIMEIRO AGRÔNOMO

ARTIGOS - 17:37:48

Morreu quinta-feira, 15, em Fernandópolis aos 93 anos de idade, o engenheiro agrônomo João Alfredo de Menezes. Mineiro de Guaxupé, nascido em 31 de julho de 1923, formou-se engenheiro agrônomo em 1948.  Dr. Menezes, como era chamado, foi um dos primeiros agrônomos de Fernandópolis, onde assumiu o posto de servidor público em 27 de dezembro de 1950 para comandar a Delegacia Agrícola (conhecida como Casa da Lavoura) criada no primeiro governo do prefeito Edison Rolim, através de decreto assinado pelo então governador do Estado Jânio Quadros. Foi um dos baluartes do setor agropecuário de Fernandópolis, tendo tido papel importante para implantação da Alcoeste. Permaneceu na Delegacia Agrícola, hoje CATI – Regional de Fernandópolis até agosto de 1981, quando passou o comando para o Dr. Luiz Carlos Pagoto e se transferiu para o recém criado Posto de Sementes de Fernandópolis onde ficou até 1987, quando se aposentou. Teve trabalhos ligados à Exposição Agropecuária de Fernandópolis, ao Centro Social de Menores, entre outras. Dr. Menezes foi homenageado pela Câmara de Fernandópolis em 1990 com o título de Cidadão Fernandopolense, honraria proposta pelo então vereador e atual vice-prefeito José Carlos Zambon. Recentemente também foi homenageado pelo Sindicato Rural de Fernandópolis recebendo o prêmio “Amigo do Produtor Rural”. Casado com dona Fátima Alahmar de Menezes com quem teve quatro filhos: João Alfredo, João José, João Paulo e Claudia.  

Bate pronto

A prefeita Ana Bim, que tem o poder da caneta até 31 de dezembro, mandou publicar esta semana edital de licitação, modelo pregão menor preço, para aquisição de combustível para a frota municipal para todo o ano de 2017. A abertura das propostas será no apagar das luzes do seu mandato: 28 de dezembro às 8h30 na sala de imprensa do Paço Municipal. 

A atual Câmara de Fernandópolis despede-se oficialmente na terça-feira, 20, com a última sessão ordinária do atual mandato. Na pauta exclusiva, a votação do projeto de orçamento do município para 2017 (receita e despesa estimada em R$ 199 milhões). No próximo mandato retornam ao legislativo Étore Baroni, Neide Garcia, Gilberto Vian, Ademir de Almeida e Salvador Castro. André Pessuto e Gustavo Pinato vão para o Executivo e os demais voltam prá casa.

A partir de terça-feira, dia 20, o expediente no Fórum da Comarca de Fernandópolis será suspenso até 6 de janeiro, funcionando em sistema de Plantão Judiciário durante o referido período. Os plantões dar-se-ão das 9h às 13h, inclusive nos finais de semana e feriados, no Fórum. As  atividades voltam ao normal a partir do dia 9 de janeiro.  

Começou a funcionar nesta quinta-feira, 15, o Sebrae Aqui em Fernandópolis, junto ao prédio do Poupatempo. O Sebrae Aqui tem como objetivo oferecer atendimento presencial a empreendedores, com orientação individual e coletiva para o fomento dos pequenos negócios locais. A instalação deste posto tem parceria entre a Prefeitura e Sebrae.

R$ 204 MILHÕES EM ÁGUA VERMELHA

Desde 2012, a AES Tietê está modernizando as seis unidades geradoras da Usina Hidrelétrica de Água Vermelha. Quatro delas já foram modernizadas e a conclusão dos serviços está programada para o primeiro semestre de 2018. A modernização das unidades geradoras, equipamentos auxiliares e sistemas de controle, tem investimento de R$ 204 milhões e proporcionará redução significativa nas manutenções corretivas. 

Claudemir Cabreira

Claudemir Cabreira

Jornalista. 

VEJA TAMBÉM

teste

Costa Azul turismo
ga('send', 'pageview');