Reformar sem gastar muito: esse é o plano!

ARTIGOS - 08:23:36

Parte 2

 

Continuação do artigo

da edição passada.

 

–  Sabendo exatamente o que você quer fazer você pode decidir a melhor época do ano para isso. O período chuvoso pode atrasar a sua obra, gerar danos e até encarecer o valor total. Também vale a pena programar a compra de materiais de construção e móveis para um período específico do ano em que são realizadas promoções.

 –  Com planejamento, há tempo de conversar com amigos e conhecidos que já passaram por alguma reforma. As indicações de profissionais podem ser valiosas para que o serviço seja feito com qualidade para que não haja gastos inesperados no futuro.

 2 – Veja dicas práticas de quem entende

…Para mudar a cara do ambiente sem gastar muito

–  Saiba onde investir. Um dos maiores segredos para mudar a cara de um ambiente é a pintura. Com o uso da cor certa é possível aumentar espaços, deixar o local mais aconchegantes e até mesmo mais alegre, sem contar que renova a energia da casa.

–  Invista em plantas. Baratas e acolhedoras, as plantas, além de mudar o visual do ambiente, ainda nos traz um conforto.

–  Recicle. Móveis antigos podem mudar de cor ou seu armário pode ganhar outras prateleiras. Trocar a pintura de uma mesa, o vidro de outra ou o tecido de um sofá também faz o móvel parecer outro e a sua casa renovada e, claro, fica bem mais barato do que comprar novos objetos.

…Para reformar aquilo que realmente precisa

–  Se a reforma for grande e estrutural, contrate um especialista. Ele poderá te orientar, organizar as prioridades e esse investimento poderá se reverter em economia de tempo e dinheiro. Além disso, em muitos casos a lei exige a assinatura de um especialista com registro no CREA.

 –  Com a lista de materiais em mãos, tente comprar tudo ou quase tudo na mesma loja. Grandes compras costumam ser um bom motivo para conseguir descontos. A compra só deve ser fracionada quando houver uma diferença significativa de preço em um determinado produto.

 –  Se o problema da reforma incluir a iluminação, faça escolhas que evitam mexer na estrutura da casa que podem encarecer o projeto.

 3 – Faça um planejamento financeiro

Reformar sua casa exige planejamento financeiro. Na maioria dos casos o ideal é ter o valor total já na sua reserva financeira. “Se não der, tente iniciar a obra com, pelo menos, metade do orçamento já aplicado”, aconselha Karina.

 –  Muitas vezes a reforma surge de maneira imprevista. É um cano que estourou ou uma nova infiltração que não podem esperar. Se você já tem um dinheirinho guardado para imprevistos, vale usar este recurso para a reforma e colher os benefícios da negociação para pagamento à vista.

VEJA TAMBÉM

teste

Costa Azul turismo
ga('send', 'pageview');