BASTIDORES

ARTIGOS - 08:10:40

O PEDIDO...

de informação do vereador Julio Cesar Alves de Carvalho (Zarola do Sgoti) à prefeitura sobre a situação da ponte na Avenida Teotônio Vilela, enseja oportunidade para que se reabra discussão atinente ao sistema viário do município de Fernandópolis.

A CONSTRUÇÃO...

da ponte, que vem desafiando administrações nos últimos anos, num jogo de empurra que escancara a incompetência da gestão pública, já gerou sindicância interna no Paço Municipal, provocou abertura de processo e rendeu condenação a um construtor. Uma novela.

É INCONCEBÍVEL...

que uma via tão importante esteja com circulação bloqueada há anos, dificultando acesso dos moradores do bairro de Brasilândia e adjacências à Fundação Educacional, Expo, novos bairros e à rodovia que demanda aos municípios de Macedônia e Mira Estrela. É inaceitável que o município alegue dificuldade para asfaltar os 300 metros que restam naquela avenida e construa a ponte.

OUTRO...

entrave viário: incompleta, a avenida Raul Gonçalves Junior é empecilho para nova opção de acesso de motoristas à rodovia Euclides da Cunha. Quando da renovação de contrato com a Sabesp, chegou-se  a um numerário a ser colocado pela empresa, que cobriria a construção das avenidas Getulio Vargas e Raul Gonçalves Junior.  A primeira saiu aos trancos e barrancos, e a segunda ficou pela metade.

GARGALO...

que também entra no rol dos desafios é a construção do anel viário. Depois de muitas promessas da classe política, a Usina Coruripe anunciou a demarcação da área de 61 mil metros quadrados para implantar a obra, ligando a rodovia Euclides da Cunha ao entreposto da empresa, na estrada Conde de Prates.

CONCLUÍDO...

o anel viário vai atender num primeiro momento os interesses da Coruripe pela economia no transporte de sua produção, da usina ao local de embarque ferroviário. Vai contemplar o sossego da população que ficará livre dos transtornos provocados pelo tráfego de veículos de carga pesada em ruas e avenidas de Fernandópolis.

CUMPRIDA...

a primeira etapa do projeto espera-se que o poder público empenhe-se para executar um novo trecho do anel viário, aquele que passará pela antiga estação ferroviária e CAIC, até atingir novamente a rodovia Euclides da Cunha, no trevo recém-construído nas proximidades do Distrito Industrial VI.

SÃO...

obras imprescindíveis ao desenvolvimento de Fernandópolis. Como prefeito e deputados que representam Fernandópolis estão no mesmo barco, espera-se que os obstáculos sejam removidos com a força dos mandatos que exercem.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Alencar Cesar Scandiuzi

Alencar Cesar Scandiuzi

Jornalista e Radiodifusor

VEJA TAMBÉM

teste

Costa Azul turismo
ga('send', 'pageview');