Lupa na licitação da merenda escolar

ARTIGOS - 08:21:53

A prefeitura de Fernandópolis abriu duas licitações, na modalidade pregão menor preço, para a compra da merenda escolar dos 5 mil estudantes da rede municipal de ensino. O primeiro embate será no dia 13 de março, 8h30, quando a prefeitura recebe as propostas para a compra de gêneros alimentícios perecíveis (carnes) para atender a demanda por 12 meses. No orçamento estão reservados recursos de R$ 1,2 milhão para a compra. No dia seguinte, 14 de março, mesmo horário, será a vez do pregão para compra de gás, gêneros alimentícios perecíveis e não perecíveis básicos. A dotação orçamentaria é de R$ 1,4 milhão. A ordem na Secretaria da Educação é acompanhar as duas licitações com lupa. “Pedi seriedade e transparência na condução desse processo, até porque a gente ouviu falar de uma CPI no passado”, comentou a secretaria Flávia Resende em entrevista ao CIDADÃO. O processo de licitação da merenda escolar ocorre no momento que o vereador Salvador de Castro, apresentou requerimento ao promotor Daniel Azadinho pedindo informações a respeito das providências tomadas no âmbito do Ministério Público quanto aos fatos apurados na “CPI da Merenda” na gestão passada.  Na Câmara, a CPI fracassou já que a Comissão Processante para julgamento da prefeita Ana Bim foi suspensa pela Justiça. Segundo o vereador, a intenção é obter conhecimento da atual situação do caso no âmbito da Justiça. A conferir...

Bate pronto

O presidente da Acif, Mateus Morales está mostrando que a entidade que preside não vai ficar parada esperando as coisas acontecerem. Depois de cobrar maior fiscalização a ambulantes e carros abandonados pela cidade, de se posicionar contra o projeto da vereadora Neide Garcia que institui feriado municipal no dia 8 de março, o presidente reuniu Conselho Diretor para deliberar sobre vários assuntos de interesse da entidade e seus associados, dentre eles o Projeto de Revitalização do Centro Comercial e do Projeto do Anel Viário do município. Já pediu audiência ao prefeito André Pessuto.

 

O juiz da 5ª Vara Judicial de Jales marcou para o próximo dia 9 de março, às 14:00 horas, a audiência de instrução, debates e julgamento dos três ex-funcionários do Hospital de Câncer de Jales  presos pela Polícia Federal em novembro do ano passado, na “Operação Corrente do Bem”, que investigou o desvio de recursos do hospital. Acusados de estelionato e de formação de quadrilha, os três ex-funcionários do HC continuam presos na Penitenciária de Riolândia, e já tiveram pedidos de liberdade provisória negados pela Justiça.

 

A situação financeira de prefeituras da região, apesar do dinheiro dos impostos que entrou nestes dois primeiros meses do ano, como de IPTU e IPVA, ainda é péssima. O presidente da Associação dos Municípios da Araraquarense (AMA), Flávio Alves (PSD) deu um conselho aos colegas: evitem novos gastos e cortem despesas. A crise está tão feia que será realizado encontro em Brasília na semana que vem só para debater medidas de ajuda aos municípios. Enquanto o socorro não vem, mais uma prefeitura da região decreta estado de calamidade financeira. Depois de Catanduva e Tabapuã, agora é a vez de Neves Paulista.

 

O prefeito Edinho Araújo encaminhou a Câmara projeto  que autoriza o  Município a transferir imóveis de sua propriedade para a Riopretoprev.  A proposta prevê o repasse de 28 imóveis do município, cujos valores de mercado totalizam R$ 34,2 milhões, valor que cobriria o aporte previsto no orçamento deste ano. Edinho considera a  Riopretoprev um dos melhores regimes de previdência do Brasil. “A autarquia tem mais de R$ 300 milhões aplicados no mercado financeiro. Que outra previdência ou grande empresa tem isso?”, perguntou o prefeito .

 

“Cidadão fernandopolense” assume o Itamarati

O senador Aloysio Nunes (PSDB), “cidadão fernandopolense” por homenagem outorgada pela Câmara de Fernandópolis,  é o novo ministro de Relações Exteriores. Ele deve tomar posse terça-feira da semana. O convite para assumir o Itamaraty foi formalizado nesta quinta-feira, 2, em reunião no Palácio do Planalto. O tucano assume a vaga deixada por José Serra (PSDB-SP), que pediu demissão no último  dia 22 alegando problemas de saúde. No lugar de Aloysio Nunes na liderança de governo no Senado deve assumir o senador Romero Jucá (PMDB-RR). Já a cadeira de senador deixada por Aloysio ficará com Airton Sandoval (PMDB-SP). A propósito: Michel Temer (PMDB), o presidente, também é “cidadão fernandopolense”.

Claudemir Cabreira

Claudemir Cabreira

Jornalista. 

VEJA TAMBÉM


Costa Azul turismo
ga('send', 'pageview');