Sob nova gestão, Frigorífico tem leilão trabalhista marcado para o dia 3 de julho

GERAL - 20:12:41
Sob nova gestão, Frigorífico tem leilão trabalhista marcado para o dia 3 de julho

Está marcado para 3 de julho em São José do Rio Preto, o milionário leilão do complexo industrial do Frigorifico de Fernandópolis, com lance mínimo fixado pela Justiça do Trabalho em R$ 87 milhões. O imóvel, encravado em área nobre da cidade, está avaliado em R$ 146,6 milhões. O leilão é, prioritariamente, para quitar dívida trabalhista com 400 ex-funcionários. Atualmente a Premier Foods opera a unidade industrial do Frigorifico e faz projeção de  6 mil abates/mês. 
O leilão já está aberto pela internet (no site www.rodrigorigolonleiloes.com.br). No dia 3 de julho, haverá a forma presencial, no prédio da Justiça do Trabalho, que fica na avenida José Munia, 5.500, em Rio Preto. Os lances também podem ser dados pela forma on-line. Nas duas formas, é preciso fazer um cadastro antecipado pelo site.
O imóvel, que ocupa área de 14,2 hectares em área nobre, entre as avenidas Expedicionários Brasileiros, Belo Horizonte, Getúlio Vargas e Luiz Brambatti.   
Com 11,3 mil metros quadrados de área construída, está avaliado em R$ 146,6 milhões, com lance mínimo de R$ 87,9 milhões que corresponde a 60% da avaliação do imóvel. 
Em declaração ao jornal Diário da Região, José Luis Baldissera, advogado do antigo proprietário do frigorífico, Alfeu Mozaquatro, tenta suspender a venda do imóvel por meio de recurso no Tribunal Regional do Trabalho. “Essa dívida trabalhista foi provocada pelo arrendamento do frigorífico, a contragosto do meu cliente, para empresários iranianos. Eles não fizeram uma boa gestão, deixaram os trabalhadores sem receber e as dívidas ficaram com meu cliente”, critica Baldissera. 
O processo é de 2014 e decorre de  dívida trabalhista do Frigorifico, na época arrendado para empresários iranianos. Na ação são requeridos a Boifrig – Frigorifico Ltda. Indústria Reunidas CMA Ltda (em recuperação judicial), Mir Mohammad Hashemi, Mohammad Ahmadi. Mostafa Modaber, Natalia Eugênica Perih, CM-4 Participações e Alfeu Mozaquatro. Até ontem o site registrava 240 visitas e nenhum lance.
PREMIER FOODS
O Frigorifico desde o ano passado retomou os abates  e atualmente está com gestão da Premier Foods que já  emprega 250 funcionários e faz projeção para ampliar a oferta de emprego com a construção de uma nova lagoa de tratamento de resíduos, conforme informações recentes do prefeito André Pessuto.  
Em sua página na internet a Premier Foods informa ter uma vasta experiência em processamento de carne bovina, com capacidade de abate de 6 mil animais por mês. “A tecnologia da nossa planta, associada com a expertise dos nossos colaboradores, resulta em um diferencial ao mercado, oferecendo um alto padrão de qualidade e sanidade alimentar aos consumidores. Com o foco em segurança alimentar e a satisfação dos nossos clientes e funcionários, buscamos aplicar os mais estritos programas de controle, junto com o Serviço de Inspeção Federal (S.I.F.), que supervisiona e age fortemente em nosso estabelecimento”, diz a mensagem publicada. A empresa com sede em São Paulo atua no setor de exportação. 

 

VEJA TAMBÉM


Costa Azul turismo
ga('send', 'pageview');