BASTIDORES

ARTIGOS - 19:49:50

SEMPRE...

que se for contar a história de deputados com alguma ligação com Fernandópolis, o nome de Ayres da Cunha certamente será lembrado. Ele morreu aos 80 anos, segunda-feira em Rio Preto no Hospital Austa, transferido que foi de sua propriedade em Aparecida do Taboado (MS), após agravamento de um problema de saúde.

AYRES...

aqui chegou conduzido pelos destinos da política. Era o início de um novo projeto do médico que abandonou o jaleco branco, virou empresário e fez sucesso com o plano de saúde Blue Life. Buscava uma cadeira na Câmara Federal.

FILIADO...
ao PSDB, Ayres traçou com muita antecedência um trabalho de marketing, centralizado em Jales, terra natal da esposa Nancir da Cunha Marques, profissional ligada ao setor de saúde. Em Fernandópolis, aproximou-se de um grupo de comunicação que lhe abriu todas as portas da cidade.

A EXCELENTE...

votação de Ayres em Fernandópolis, na eleição de 1994(mais de 4 mil votos), segundo opinião da equipe de campanha esteve associada aos investimentos na mídia em período pré-eleitoral, e nos relacionamentos construídos com parceiros e lideranças da cidade. Esporte e entidades assistenciais foram campos férteis. Elegeu-se com 60311 votos.

O ASILO...

São Vicente de Paulo, pela iniciativa de Waldomiro Renesto, e o Fefecê, com Antonio Ribeiro, cederam espaços generosos ao candidato. Em nome da Blue Life, Ayres destinou um veículo ao asilo, e foi o patrocinador da camisa da Águia, campeã em 94.

ELEITO...

deputado, Ayres ampliou seu relacionamento na região e fez da cinematográfica Estância Juliana, em Urânia, ponto de encontro de seleto grupo de políticos e empresários. Argentário,jamais deslumbrado, e muito educado com as pessoas,jogava tênis (esporte preferido) com amigos e promovia grandes festas com fartura de comida e bebidas que terminavam sempre com show pirotécnico, uma de suas paixões. Foi homenageado com título de cidadão fernandopolense e Medalha 22 de Maio.

DEPUTADO...

de um mandato só, embora suas chances reeleitorais fossem grandes. Decepcionado com a política, disse numa entrevista ao repórter Claudemir Cabreira que “o que menos tem em Brasília é trouxa”. Encerrou a rápida carreira parlamentar e foi cuidar dos negócios; vendeu a Amil, sucessora da Blue Life e virou criador de tilápias no Mato Grosso do Sul.

CORRETÍSSIMO...

para com os negócios, deixou sua marca em Fernandópolis. Instalou a granja Zip e chegou a lançar pedra fundamental do Hospital Santa Rita ao lado do Shopping, incentivado pelo amigo Luiz Arakaki, e mais tarde pelo prefeito da época Adilson Campos. Teve que recuar em razão do quadro desfavorável da economia brasileira.  Ayres hoje não se escandalizaria com os acontecimentos da política nacional, pois durante o mandato de 1995 a 1998, já dizia: “O Congresso é um balcão de negócios”.

 

 

 

 

 

Alencar Cesar Scandiuzi

Alencar Cesar Scandiuzi

Jornalista e Radiodifusor

VEJA TAMBÉM

teste

Costa Azul turismo
ga('send', 'pageview');