O DESCASO COM A COISA PÚBLICA

ARTIGOS - 12:23:31

Além se debruçar sobre os números, checar licitações, conferir preços, o Tribunal de Contas do Estado, ampliou o raio de fiscalização aos órgãos públicos do Estado (prefeituras, por exemplo). Decidiu fazer visitinhas surpresas. O que vem encontrando, não é novidade prá ninguém. Apenas a constatação sobre o descaso no trato da coisa pública. 
O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo acaba de divulgar o relatório do que encontrou em almoxarifados de 234 órgãos públicos e que mostram a negligência em relação aos produtos armazenados. 
Mais de 90% dos prédios não tinham Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros, documento exigido por lei que indica que o edifício é seguro em caso de incêndios. Quase 20% deles também não apresentavam condições apropriadas de estocagem. Foram encontrados alimentos no chão e remédios em instalações inadequadas.
Os técnicos do tribunal encontraram de tudo por onde passaram: telhado danificado, ausência de extintores de incêndio, fiação elétrica aparente, materiais com possibilidade de exposição à chuva e infiltrações.
Contrariando a regulamentação, mais da metade dos pontos de armazenagem estava sem dedetização e desratização no prazo recomendado. Também foi constatada a ausência de segurança e de controle apropriado, o que pode ocasionar desvios e desperdício de recursos públicos. Em visita surpresa anterior, o TCE encontrou frota sucateada  e abandonada em pátios de prefeituras. Descaso que custa caro ao contribuinte.

Bate pronto

O juiz Renato Soares de Melo Filho, da 3ª Vara Cível de Fernandópolis, suspendeu, por meio de liminar, a continuidade das obras de muro e de guarita/portaria que estão em andamento no Loteamento denominado “Residencial Terra Verde”, localizado na avenida. Augusto Cavalin. O não cumprimento da liminar pode render multa diária de R$ 10 mil. A ação movida pela Prefeitura de Fernandópolis questiona a falta de requerimento do empreendimento para a conversão de loteamento aberto para fechado, bem como pedido para construção de muro em toda extensão do condomínio.

A Santa Casa de Fernandópolis adotou indicação do vereador Murilo Jacob e implantou o quadro de escalas dos médicos nos setores de atendimento do hospital. “Assim que tomamos conhecimento do alerta feito pelo vereador, procuramos sanar essa necessidade”, destacou o administrador hospitalar, Duílio Igor de Oliveira. Na quinta-feira, 13, Jacob (foto acima) foi pessoalmente conferir a providência. “A Santa Casa demonstrou dinamismo em sua nova administração, cumprindo com agilidade essa Lei Municipal há muito tempo esquecida”, elogiou Murilo Jacob.

Deu na Coluna do Diário: “O País afundado numa crise sem precedentes pela incompetência e corrupção da classe política, e o prefeito de Votuporanga, João Dado (SD), insiste em criar 13º salário e adicional de férias para ele, o vice, secretários e vereadores. Chegou a enviar projeto para Câmara, mas recuou. Só que durante entrevista a emissora de rádio no início da semana, Dado disse que avalia tomar medida sem autorização do Legislativo”. Virou a maior polêmica da gestão Dado.

O prefeito André Pessuto participou quinta-feira, 13, em São Paulo em São Paulo da ‘Mega Rodada de Negócios China/Brasil’. O evento foi organizado pela Câmara Brasil-China de Desenvolvimento Econômico e reuniu cerca de 100 empresários dos mais variados segmentos, do Brasil e da China. Pessuto e João Dória, foram os dois prefeitos que falaram no evento. André , que esteve acompanhado do deputado Gilmar Gimenes, falou  das potencialidades do nosso município e apresentou aos chineses o mel produzido na cidade.

O WattsApp  é o segundo meio mais utilizado pela população de Fernandópolis para contato na Ouvidoria da Prefeitura. É o que revela o balanço divulgado pelo ouvidor Edmar de Oliveira. Das 1.996 chamadas atendidas pela Ouvidoria, 60% vieram pelo 0800-772-4550, 388 pelo WattsApp (99729-4550).  O restante, chegou pelo site.  A propósito: a Ouvidoria Municipal foi certificada pela Associação Brasileira de Ouvidorias.

Claudemir Cabreira

Claudemir Cabreira

Jornalista. 

VEJA TAMBÉM

teste

Costa Azul turismo
ga('send', 'pageview');