CADIP oferece teste rápido de hepatite na praça Joaquim Antônio Pereira

SAÚDE - 08:37:32
CADIP oferece teste rápido de hepatite na praça Joaquim Antônio Pereira

A população de Fernandópolis poderá fazer testes rápidos e gratuitos de hepatites B e C no próximo sábado, dia 12, das 8 às 12h, na Praça Joaquim Antônio Pereira. A ação é desenvolvida pelo CADIP - Centro de Atendimento a Doenças Infectocontagiosas e Parasitárias -, em lembrança ao Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais (comemorado em 28 de julho).
Grave problema de saúde pública no Brasil e no mundo, a hepatite é a inflamação do fígado. Pode ser causada por vírus ou pelo uso de alguns remédios, álcool e outras drogas, assim como por doenças autoimunes, metabólicas e genéticas. São doenças silenciosas que nem sempre apresentam sintomas, mas, quando estes aparecem, podem ser cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.
No Brasil, as hepatites virais mais comuns são as causadas pelos vírus A, B e C. Milhões de pessoas no Brasil são portadoras dos vírus B ou C e não sabem. Elas correm o risco de as doenças evoluírem (tornarem-se crônicas) e causarem danos mais graves ao fígado, como cirrose e câncer. Por isso, é importante ir ao médico regularmente e fazer os exames de rotina que detectam a hepatite.
Para saber se há a necessidade de realizar exames que detectem as hepatites, observe se você já se expôs a algumas dessas situações:
•Contágio fecal-oral: condições precárias de saneamento básico e água, de higiene pessoal e dos alimentos (vírus A);
•Transmissão sanguínea: se praticou sexo desprotegido ou compartilhou seringas, agulhas, lâminas de barbear, alicates de unha e outros objetos que furam ou cortam (vírus B e C);
•Transmissão sanguínea: da mãe para o filho durante a gravidez, o parto e a amamentação (vírus B e C).
No caso das hepatites B e C, é preciso um intervalo de 60 dias para que os anticorpos sejam detectados no exame de sangue.
A evolução das hepatites varia conforme o tipo de vírus. O vírus A apresenta apenas forma aguda de hepatite (não possuindo potencial para formas crônicas). Isso quer dizer que, após uma hepatite A, o indivíduo pode se recuperar completamente, eliminando o vírus de seu organismo. Por outro lado, as hepatites causadas pelos vírus B e C podem apresentar tanto formas agudas quanto crônicas de infecção - nesse último caso, quando a doença persiste no organismo por mais de seis meses.

 

VEJA TAMBÉM

teste

Costa Azul turismo
ga('send', 'pageview');