Distrito de Brasitânia comemora seu 71º aniversário

GERAL - 08:59:07
Distrito de Brasitânia comemora seu 71º aniversário

Agosto é mês de festa para os moradores de Brasitânia que comemoram mais um aniversário do Distrito, data lembrada no último dia 6. Para celebrar os 71 anos de fundação, a Prefeitura de Fernandópolis e a comunidade prepararam uma programação especial com diversas atrações.
Nesta sexta-feira, 11, às 20h, o ato cívico, no palco em frente à Praça Central, marcará oficialmente as festividades com a participação de diversas autoridades, convidados especiais e da população em geral.
O evento, organizado pela da Secretaria Municipal de Cultura e Secretaria Municipal de Comunicação, contará ainda com homenagens e atrações culturais, com a participação de alunos da escola ‘Profa. Maria Conceição Aparecida Basso’ e da Orquestra de Violas de Fernandópolis, sob a regência do maestro Tito.
No sábado, às 18h, a Paróquia Senhor Bom Jesus receberá os fieis para a ‘Missa Sertaneja’, em seguida a grandiosa quermesse fechará o dia de festas.
Já no domingo, 13, está prevista para as 11h a tradicional cavalgada, saindo do Sítio Scatena com destino ao Distrito onde acontecerá o grandioso almoço no Centro Comunitário.
HISTÓRIA DE BRASITÂNIA
Na década de 40 surgiu o povoado, formado por agricultores de café e criadores de gado.  Em 1945, João Guerreiro Conde e Joaquim Eleotério, proprietários no espigão do Santa Rita, disputavam o poder econômico da região e, no sentido de sacramentar a posição, lotearam parte de suas terras para edicar ali, o que seria mais tarde, o Distrito de Brasitânia, em 06/08/1946.
A primeira escola (Gesc de Brasitânia) foi criada em 1952, passando a EEPG Maria Conceição Ap. Basso, homenagem à primeira professora a dedicar-se às crianças de Brasitânia.
O distrito teve grande impulso com a criação do Cartório de Registro Civil, em 31/12/58, cuja instalação aconteceu em 26 de maio do ano seguinte. O cartório sanou as dificuldades da população que antes precisavam registrar os filhos ou realizar casamentos somente em Fernandópolis.
A economia básica era algodão, feijão, milho, laranja, melancia, tomate e pecuária. A estrada do Caxi era o corredor que escoava os produtos para Fernandópolis. Hoje, a mesma estrada é paralela a rodovia dr. Percy Waldir Semeghini. Brasitânia continua sendo a maior área agrícola de Fernandópolis, caracterizada por pequenas e médias propriedades. Sua cultura também permanece rica na música sertaneja. 

 

VEJA TAMBÉM

teste

Costa Azul turismo
ga('send', 'pageview');