Iamspe cumpre promessa e abre edital para credenciar Santa Casa em Fernandópolis

SAÚDE - 18:04:30
Iamspe cumpre promessa e abre edital para credenciar Santa Casa em Fernandópolis

Os cerca de quatro mil usuários do Iamspe em Fernandópolis, que desde junho estavam sem atendimento médico, já têm perspectiva para o fim do drama: o Iamspe publicou nesta sexta-feira, 25, o edital de credenciamento de hospital em Fernandópolis para o atendimento dos usuários.

Em nota encaminhada ao jornal CIDADÃO  e Rádio Difusora na segunda-feira, o Iamspe já anunciava a reabertura do edital para credenciamento de hospital na cidade.
“O  Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe) reitera o interesse em firmar o convênio com a Santa Casa de Fernandópolis para atender os usuários da cidade  e vai reabrir o edital de credenciamento de hospitais ainda esta semana”, dizia a nota.
O edital 25/2017 de credenciamento de Prestadores de Serviços de Assistência à Saúde para atendimento hospitalar (Hospital Geral) no Município de Fernandópolis/SP, interessados em participar da rede de serviços médico-assistencial no interior do Estado de São Paulo, do Instituto Assistência Médica do Servidor Público Estadual – IAMSPE foi publicado no site do Instituto nesta sexta-feira, 25. 
O edital de 32 laudas  estabelece todas as normas para o credenciamento e fixa o prazo final para inscrição de interessados até o dia 1º de setembro, próxima sexta-feira. Em Fernandópolis só a Santa Casa atende os requisitos para o credenciamento com capacidade para prestar serviços de apoio, diagnóstico e terapêutico, internações, atendimento de urgência e procedimentos cirúrgicos, além de consultas, exames laboratoriais  e procedimentos ambulatoriais. Entre as regras estabelecidas, a de que os usuários do Iamspe devem ser atendidos no mesmo espaço aberto as operadoras de saúde privadas. Com isso, estima-se que cumpridas todas as formalidades, o convênio deve ser retomado rapidamente em Fernandópolis. 
O edital fixa cota mensal de gastos de R$ 99,7 mil para a prestação de serviços, o que inclui 300 consultas/mês, 1000 exames laboratoriais, 20 tomografias, 200 fisioterapia, 10 ressonâncias magnéticas, entre outros, totalizando 21 serviços.
Na nota, o Iamspe informou ainda que mantém aberto o credenciamento de médicos  no seu  site. Neste caso, a reclamação dos usuários é que o Instituto oferece poucas opções de especialidades na cidade. 
SUSPENSÃO
A suspensão do convênio entre Iamspe e Santa Casa ocorreu no mês de junho  e desde então os usuários são obrigados a buscar atendimento de urgência em outras cidades, como Jales, Votuporanga e São José do Rio Preto.
A situação levou o prefeito André Pessuto (DEM) a São Paulo para audiência com o 
o superintendente do Iamspe, Latif Abrão Junior para agilizar a retomada do convênio com a Santa Casa. 
Com a crescente onda de reclamação, a vereadora Maiza Rio chegou a cobrar, via requerimento, explicações da Santa Casa. 
O presidente da Câmara, Etore José Baroni, também preocupado com a situação,  agendou para 12 de setembro o provedor da Santa Casa, hoje administrada pela OSS de Andradina, Fernando Cordeiro Zanquev para utilizar a Tribuna Livre da Câmara. Até lá, espera-se que o problema esteja resolvido. 

VEJA TAMBÉM

teste

Costa Azul turismo
ga('send', 'pageview');