Fernandópolis prevê disputa ferrenha para o ranking ambiental em dezembro

CADERNO VIVA - 18:08:18
Fernandópolis prevê disputa ferrenha para o ranking ambiental em dezembro

A gestão do meio ambiente mantém Fernandópolis no topo da classificação entre as 571 cidades do Estado que participam do PMVA - Programa Município Verde/Azul, após a divulgação da segunda pré-certificação. Em dezembro, será feito o anúncio final do Ranking Ambiental Paulista 2017.

 “Sou grato a todos os colaboradores, esse é apenas o começo e vamos continuar trabalhando muito para melhorar a qualidade de vida da nossa cidade”, disse o secretário do Meio Ambiente Angelo Veiga após Fernandópolis manter a liderança consecutiva nas duas pré-certificações. O prefeito André Pessuto, destacou a garra da equipe pelo trabalho intenso e em conjunto que vem realizando garantindo à cidade mais este prêmio.
Apesar da vantagem obtida nas duas pré-certificações, o secretário do Meio Ambiente Angelo Veiga prevê uma disputa ferrenha para o ranking ambiental que será divulgado em dezembro. “Cidades que tradicionalmente estão bem posicionadas no ranking reagiram após a primeira certificação e a disputa será apertada”, prevê o secretário. 
Os municípios têm que entregar a documentação em outubro para a definição do ranking estadual. “Avançamos muito, mas temos muito a melhorar, principalmente na questão da arborização urbana e na ampliação da coleta de lixo reciclável hoje restrita a alguns bairros”, diz Angelo. Ele cita ainda como trunfo, o programa “Se Liga Mané” que agora é “Se Liga Aí” de educação ambiental e que este ano foi encampado por emissora de TV, ampliando o envolvimento da cidade e região.
Veiga aguarda também a aprovação pela Câmara de Vereadores da lei que vai endurecer a fiscalização contra o despejo de entulhos pela cidade. O projeto deve ser votado nas primeiras sessões de outubro para ser incorporado à documentação que o município vai entregar em São Paulo. Também será incluído o projeto que transformou o Horto Florestal em Centro de Educação Ambiental e o projeto que envolve estudantes na construção da casa sustentável. 
“Vai ser uma briga apertada. Ter ficado no topo nas duas pré-certificações despertou as outras cidades e, claro, vão querer tirar Fernandópolis da liderança”, aposta Angelo. 
NA LIDERANÇA
O programa Município Verde/Azul da Secretaria Estadual do Meio Ambiente introduziu este ano mudanças para estimular os municípios a melhorar a gestão ambiental. A introdução do novo critério, segundo o coordenador do programa José Walter Figueiredo já apresentou resultados. Na segunda pré-certificação divulgada em Rio Claro, Fernandópolis segue na liderança (veja quadro).
O secretário do Meio Ambiente Maurício Brusadin destacou que os 10 anos de existência do programa atestam seu êxito, que vem sendo até mesmo referência para a Comunidade Europeia. E chamou atenção especial para a questão das mudanças climáticas, pedindo aos representantes dos municípios que se engajem com a causa e promovam ações para enfrentar o problema: “Estamos com prazo de validade vencido. Se não fizermos algo para melhorar, nosso planeta corre sérios riscos”.
PONTOS FORTES 
E FRACOS
As ações propostas pelo programa compõem as dez diretivas norteadoras da agenda ambiental local, abrangendo os seguintes temas estratégicos: Esgoto Tratado, Resíduos Sólidos, Biodiversidade, Arborização Urbana, Educação Ambiental, Cidade Sustentável, Gestão das Águas, Qualidade do Ar, Estrutura Ambiental e Conselho Ambiental. 
Fernandópolis na avaliação dos quesitos tem alguns desafios pela frente como, por exemplo, melhorar a gestão do uso do solo. Logo após a primeira certificação, quando ficou constatada essa fragilidade, a secretaria do Meio Ambiente já promoveu a primeira capacitação de produtores rurais com os professores e  Ricardo Henrique Del Grossi e Luiz Sérgio Vanzela. Entre os temas abordados, como manusear adequadamente de acordo com o tipo de solo, até os manejos para um bom preparo até o manejo de irrigação na agricultura com melhor aproveitamento de água e  e ganhos na produção.
Na gestão ambiental, Fernandópolis tem como pontos fortes os quesitos: cidade sustentável, educação ambiental, esgoto tratado, conselho ambiental e resíduos sólidos.

VEJA TAMBÉM

teste

Costa Azul turismo
ga('send', 'pageview');