Nível do reservatório de Água Vermelha cai abaixo de 30%

CADERNO VIVA - 17:39:17
Nível do reservatório de Água Vermelha cai abaixo de 30%

O consumidor vai pagar mais caro pela energia a partir deste mês. A justificativa é o baixo nível dos reservatórios das usinas hidrelétricas. Na região, a Usina de Água Vermelha, operada pela AES Tietê, registrou essa semana, segundo relatório do ONS – Operador Nacional do Sistema – volume útil abaixo de 27%.

O governo adotou a bandeira vermelha nível 2 por conta da ativação das Usinas Termelétricas que geram energia mais cara. A bandeira vermelha nível 2 representa acréscimo de R$ 3,50 a cada 100 quilowatts consumido.
A Usina de Água Vermelha faz parte do subsistema Rio Grande e representa 2,16% do subsistema do Sudeste de geração de energia. A situação mais crítica no subsistema é da Usina de Marimbondo em Icem com volume útil em 17 %.
Os usuários de ranchos na orla de Água Vermelha já haviam relatado a  baixa no nível do reservatório. Ocorreu de forma mais acentuada nos últimos dias. Em nota, a AES Tietê esclarece que a época de chuvas, na região Sudeste, tem início, oficialmente, em outubro, quando começa a recuperação do nível do reservatório. Nos primeiros dias de outubro o índice de chuva surpreendeu com volume registrado pela Estação da Ciiagro de Fernandópolis de 70 milímetros. 
O consumidor da Elektro em Fernandópolis, além da bandeira vermelha nível 2 adotada este mês, também já está arcando com reajuste de 10,47¨% autorizado pela Aneel - Agência Nacional de Energia Elétrica - em agosto. 

VEJA TAMBÉM

teste

Costa Azul turismo
ga('send', 'pageview');