3 mil estudantes iniciam maratona do Enem na FEF

GERAL - 18:16:09
3 mil estudantes iniciam maratona do Enem na FEF

Cerca de 3 mil estudantes da região de Fernandópolis iniciam neste domingo, 5, a maratona de provas do Enem -  Exame Nacional do Ensino Médio - que seleciona estudante para as principais faculdades públicas do País. O segundo dia de prova, será no domingo que vem, 12. Em todo o Brasil, são 6,7 milhões de candidatos.

As provas em Fernandópolis estão programadas para o campus universitário da FEF – Fundação Educacional de Fernandópolis.  Para a maratona do Enem este ano a Fundação está disponibilizando cerca de 70 salas de aulas, média de 40 alunos por sala. Em torno de 200 pessoas vão trabalhar na aplicação da prova nos dois dias. 
No primeiro domingo (amanhã), os estudantes terão provas de linguagens, ciências humanas e redação, com cinco horas e meia; no segundo, dia 12, matemática e ciências da natureza, com quatro horas e meia de exame.
Os portões de acesso aos locais de prova serão abertos às 12h e fechados às 13h, de acordo com o horário de Brasília. A aplicação do exame começará às 13h30. No primeiro domingo, irá até 19h. E no segundo, até 18h.
ESTACIONAMENTO PROIBIDO
A organização da prova vai repetir o esquema adotado a partir do ano passado, proibindo o estacionamento de veículos no interior do campus da FEF.  O acesso será permitido apenas aos veículos e ônibus para desembarque dos alunos. A saída desses veículos será pela Avenida Teotônio Vilela, retornando pela Expo. 
Quem for de veículo terá que estacionar nas vias públicas, especialmente no bairro Jardim Vitória, que fica aos fundos da instituição, com acesso pela Avenida Teotônio Vilela, a partir do recinto da Expô. 
Em anos anteriores, o congestionamento na chegada ao campus universitário da FEF pela Avenida Augusto Cavalin acabou fazendo com muitos estudantes deixassem os veículos e terminasse o trajeto a pé, correndo, para não perder o horário da prova. A orientação é para que os estudantes cheguem uma hora antes do fechamento dos portões marcados para as 13 horas. A coordenação da prova já enviou ofício à Polícia Militar para orientar o trânsito no acesso ao campus universitário da FEF a partir do Trevo da Avenida Expedicionários Brasileiros.

Detectores de metal e provas personalizadas

Detectores de metal e de pontos eletrônicos, fiscalização de lanches e provas personalizadas são algumas medidas que serão adotadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) para garantir a segurança do Exame Nacional do Ensino Médio deste ano.
Ao todo, serão utilizados 67 mil detectores de metal durante o Enem, um para cada 100 participantes. O número garante a vistoria dos candidatos na entrada e na saída de todos os banheiros das 13.632 coordenações de local de aplicação.
Novidade neste ano, os detectores de aparelhos de ponto eletrônico de ouvido serão usados de forma experimental em alguns locais de prova. O sistema encontra os aparelhos de transmissão pelo sinal de rede móvel de banda larga, por radiofrequência de wi-fi e bluetooth. Outras medidas já consolidadas nas demais edições do exame serão mantidas, como a coleta da impressão digital dos participantes.
NOME NA PROVA
Pela primeira vez, neste ano será usada a prova personalizada, com os cadernos de questões e a folha de respostas identificados com o nome e número de inscrição do participante. Ao receber a prova, o candidato deverá verificar se o caderno de questões e o cartão-resposta têm a mesma quantidade de itens, se o nome dele está correto e se não há defeito gráfico.
Segundo o Inep, a identificação das provas e dos cartões de resposta vai contribuir para inibir possíveis fraudes no exame, além de facilitar a transcrição das respostas. Os cadernos continuam tendo cores diferentes, mas não será mais necessário assinalar a cor do caderno no cartão de resposta. Até o ano passado, o próprio candidato fazia a identificação da cor do caderno de questões na folha de resposta, o que poderia possibilitar a troca de informações entre pessoas com provas diferentes. Continua obrigatória a transcrição da frase de segurança apresentada na capa do caderno de questões para o cartão-resposta.
O cartão-resposta e a folha de redação, também com o nome do candidato, virão encartados no caderno de questões e serão entregues a partir das 13h. Depois desse horário, o candidato só pode ir ao banheiro acompanhado do fiscal de sala. O aluno só poderá deixar o local duas horas depois do início da prova. Além disso, só é possível sair com o caderno de questões nos últimos 30 minutos antes do fim da aplicação.

VEJA TAMBÉM

teste

Costa Azul turismo
ga('send', 'pageview');