Câmara volta atrás e vai revogar aumento dado ao prefeito e vice

POLÍTICA - 12:46:39
Câmara volta atrás e vai revogar aumento dado ao prefeito e vice

A Câmara Municipal de Fernandópolis irá revogar o aumento concedido por ela mesmo ao prefeito André Pessuto (DEM) e ao vice Gustavo Pinato (PPS) no final do ano passado. A decisão foi anunciada em uma coletiva de imprensa realizada no gabinete do prefeito, na manhã desta sexta-feira, 5. 
De acordo com o presidente da Câmara, Étore Baroni, a iniciativa de voltar atrás sobre o aumento se deu após reuniões entre Executivo e Legislativo em virtude da desaprovação da população. 
“Nós administramos os recursos públicos, não houve um acordo popular e nós somos eleitos pelo povo, se houve um equívoco, retroagir é uma questão de humildade e coerência. Colocar o projeto em votação foi uma decisão minha, assumo minha culpa nisso e quem votou, votou consciente. Agora vamos corrigir na segunda votação”, disse ele. 
Em sua explanação, o prefeito André Pessuto, disse que antes da votação havia pedido a Câmara que apreciasse apenas a questão do 13º e férias, para regulamentar uma decisão judicial sobre o tema, mas o Legislativo achou por bem corrigir o salário do prefeito em virtude de apontamentos do Tribunal de Contas sobre o teto constitucional dos servidores. 
“Antes de qualquer coisa gostaria de mostrar o meu holerite a todos para provar que não recebi um centavo a mais no meu salário. A questão do 13º e férias é polo passivo na justiça, inclusive eu, como prefeito, terei que pagar agora precatórios de ex-prefeitos que ganharam esse direito na justiça. Então para regularizar essa situação tínhamos que resolver isso. A Câmara achou por bem resolver outro problema que era o do teto dos servidores e como de praxe, em começo de mandato, aprovou o aumento, que vamos revogar agora”, concluiu o prefeito. 
Mais informações na edição impressa de CIDADÃO. 

 

VEJA TAMBÉM

teste

Costa Azul turismo
ga('send', 'pageview');