Bate pronto

ARTIGOS - 21:02:39

 A Prefeitura de Fernandópolis espera resolver neste mês de janeiro duas grandes licitações abertas no ano passado para concessão de serviço público. A primeira delas, a do transporte coletivo de passageiros tem abertura das propostas marcada para segunda-feira, dia 8, às 9 horas na Sala de Imprensa do Paço Municipal. Essa licitação foi aberta em junho do ano passado e suspensa pelo Tribunal de Contas. Foi republicada em dezembro. O transporte coletivo em Fernandópolis é operado pela Jauense. Não há otimismo de nova empresa se oferecer para operar o sistema.

  A segunda grande licitação é relativa a concessão onerosa da nova Área Azul para empresa que oferecer a melhor técnica e o maior repasse aos cofres públicos. Inicialmente a licitação estava prevista para dezembro, mas em razão de questionamentos técnicos acabou adiada. Agora a data para abertura das propostas é o dia 25 de janeiro às 9 horas. Se tudo der certo no julgamento das licitações as empresas concessionárias devem assumir os serviços no prazo de 90 dias, ou seja, próximo do mês de abril. 

  O INSS está à procura de imóvel para alugar no município de Fernandópolis, pelo prazo de 36 meses, prorrogável a critério da administração do órgão para abrigar sua agência que hoje funciona na Rua Rio de Janeiro, perto do Mercadão Municipal. O imóvel precisa ter uma área construída entre 650 e 1.000 metros quadrados e que esteja adequado às normas de acessibilidade, com instalações de pontos de lógica, elétricas compatíveis com a ocupação, ar-condicionado, divisórias para salas e rede para instalação de telefone. Os proprietários interessados podem entregar propostas na Gerência Executiva do INSS em São José do Rio Preto até as 10horas do dia 17.

  Em novo endereço, o SAMU de Fernandópolis agora atende aos requisitos exigidos pelo governo federal que comprovam a melhoria de sua estrutura física e de serviços. Com isso, a unidade passa a ter o documento de qualificação que irá permitir o aumento de suas verbas mensais junto ao Ministério da Saúde. Hoje o órgão recebe R$119.875,00 por mês, esse valor aumentará para aproximadamente R$ 166.583,00 a partir de agora.

Claudemir Cabreira

Claudemir Cabreira

Jornalista. 

VEJA TAMBÉM

Fique atento aos primeiros sinais de leucemia infantil -

Parte I

teste

ga('send', 'pageview');