Obras emergenciais tentam conter desmoronamento de galeria na Getúlio Vargas

GERAL - 07:32:03
Obras emergenciais tentam conter desmoronamento de galeria na Getúlio Vargas

As fortes chuvas em Fernandópolis continuam causando danos. Nesta quinta-feira, 11, a secretaria de Obras precisou deslocar equipe de emergência para conter desmoronamento de galeria no trecho novo da Avenida Getúlio Vargas. O problema apareceu após a chuva de 85 mm da noite de segunda para terça-feira. 
Em entrevista à Rádio Difusora, o secretário de Obras e Infraestrutura da Prefeitura, Arthur Höppner, que o desmoronamento da encosta da galeria provocou a ruptura de uma peça da galeria a céu aberto construída no canteiro central da avenida. “Precisamos agir com urgência porque outra chuva de 80 mm poderá causar um dano incalculável na avenida diante da magnitude da obra. “Não dá para pensar em contratar empresa em caráter de emergência, porque envolveria parecer jurídico e a intervenção de outros setores da prefeitura o que poderia atrasar a recuperação. Prefiro neste momento mobilizar minha equipe técnica porque o trabalho exige urgência e não dá para pensar”, disse o secretário. 
O secretário estima que em 10 a 15 dias conclui o trabalho. “Pode até chover, mas não uma huva de 80 milímetros, senão corremos o risco de um prejuízo maior. Por enquanto o prejuízo é pequeno”, comentou. Em sua análise, a galeria foi construída com o encaixe de peças e uma delas quebrou com o deslizamento do rachão e do aterro, provocando a quebra de uma peça. “Se voltar a chover forte, poderemos ter o efeito dominó e mais peças desencaixarem”, explicou. “Daí a urgência em realizar o serviço”, disse.

 

VEJA TAMBÉM

teste

Costa Azul turismo
ga('send', 'pageview');