Secretaria de Saúde realiza campanha de conscientização da leishmaniose

SAÚDE - 15:59:55
Secretaria de Saúde realiza campanha de conscientização da leishmaniose

Com o objetivo de levar mais conhecimento aos moradores e evitar o aumento da leishmaniose, a Secretaria Municipal de Saúde de Fernandópolis intensifica as ações de prevenção e combate à doença. Desde 2015, até o momento, Fernandópolis tem a confirmação de três casos de leishmaniose em humanos. Para evitar o aumento da doença na cidade é essencial o apoio da população, no que diz respeito à higiene ambiental.
A Vigilância em Saúde do município recomenda a todos os moradores a limpeza periódica dos quintais, com a retirada da matéria orgânica em decomposição (folhas, frutos, fezes de animais e outros entulhos que favoreçam a umidade do solo) e destino adequado do lixo orgânico, a fim de impedir o desenvolvimento das formas imaturas do transmissor da doença; a limpeza dos abrigos de animais domésticos; bem como a manutenção de animais domésticos distantes do domicílio, especialmente durante a noite, de modo a reduzir a atração do mosquito palha para dentro do domicílio.
A leishmaniose visceral era, primariamente, uma zoonose caracterizada como doença de caráter eminentemente rural. Mais recentemente, vem se expandindo para áreas urbanas de médio e grande porte e se tornou crescente problema de saúde pública no país e em outras áreas do continente americano. É uma doença sistêmica, caracterizada por febre de longa duração, perda de peso, perda ou diminuição da força física, debilidade, fraqueza, prostração e anemia, dentre outras manifestações.
A doença é transmitida ao homem e aos cães pela picada de fêmea do inseto vetor infectado. No Brasil, a principal espécie responsável pela transmissão é o mosquito-palha. No ambiente urbano, o cão é a principal fonte de infecção para o vetor, podendo desenvolver os sintomas da doença, que são: emagrecimento, queda de pelos, crescimento e deformação das unhas, paralisia de membros posteriores, desnutrição, entre outros.

 

VEJA TAMBÉM

teste

ga('send', 'pageview');