Operação do Gaeco e PM atinge PCC e tráfico na região

POLÍCIA - 19:07:52
Operação do Gaeco e PM atinge PCC e tráfico na região

O Gaeco - Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – deflagrou ontem, 16, em Fernandópolis e mais quatro cidades da região a “Operação Twister” que tinha como alvo ações do tráfico e da organização criminosa PCC – Primeiro Comando da Capital. A operação contou com o apoio da Polícia Militar e resultou na prisão de 15 pessoas. 

A “Operação Twister”, assim denominada por conta de um dos principais investigados ser conhecido como “Ciclone”, teve origem em investigações deflagradas a partir de comunicação feita pelo comandante do 16.º BPMI de Fernandópolis, que prestou integral apoio ao cumprimento dos mandados.
A operação ocorreu um dia depois de a Polícia Militar de Fernandópolis apreender 64 tijolos de maconha que pesaram 50,4 quilos, após abordagem de três indivíduos suspeitos em um veículo Gol no centro da cidade. A droga estava escondida na casa de um dos presos.
Em nota, o Ministério Público informou que a operação desta sexta-feira foi realizada em cinco cidades: Fernandópolis, Jales, Votuporanga, Urânia e Santa Albertina “com o objetivo de reprimir tráfico de drogas e as atividades da organização criminosa PCC, dando cumprimento a 19 mandados de prisão temporária e a 10 mandados de busca domiciliar”. No transcurso das investigações, 15  pessoas foram presas em flagrante, bem como se registrou a apreensão de entorpecentes, dinheiro e vários veículos.
A operação mobilizou quatro promotores de Justiça, quatro servidores do Ministério Público de São Paulo, além de efetivo da Polícia Militar composto por 68 policiais militares, que utilizaram  23 viaturas, oito motocicletas e o helicóptero Águia. O canil da PM também foi utilizado.
Conforme nota distribuída pelo comandante do 16º BPMI, tenente coronel Antonio Ulmidevar Dutra Junior, a operação desta sexta-feira foi parte de uma operação maior iniciada há oito meses e que já prendeu 33 criminosos. “O desfecho positivo da Operação deve-se à união de esforços e dedicação dos integrantes do Ministério Público e Polícia Militar, trabalhando em prol da sociedade no combate ao crime”, destacou o comandante. 


AERONAVE

Há 15 dias, um helicóptero utilizado na execução de dois chefes do PCC, maior facção criminosa do país, foi localizado em Fernandópolis em uma mata na região do Córrego do Jagora.
A aeronave estava desaparecida desde o dia 15 de fevereiro, quando Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue e Fabiano Alves de Sousa, o Paca, foram torturados e assassinados, após serem levados para uma emboscada neste helicóptero, no Ceará.
Desde 2015, o Gaeco apura a existência de uma célula do PCC em Fernandópolis, sendo a atividade nuclear de seus membros o tráfico de drogas, afora a atividade paralela de furtos e roubos, inclusive de caixas eletrônicos. 
Nem o Gaeco, nem a Polícia Militar associaram, nas notas que divulgaram, a operação de ontem à investigação do helicóptero encontrado em Fernandópolis.

VEJA TAMBÉM

teste

ga('send', 'pageview');