Bastidores

ARTIGOS - 16:28:27

QUEM...

conhece Ricardo Franco de Almeida sabe de sua longa história na política fernandopolense. Foi vereador (o mais votado de todos os tempos), presidente da Câmara, candidato a prefeito e a vice, além de secretário municipal e procurador jurídico do Legislativo por vários anos.

NO...

currículo constam vários embates: o mais notório um escândalo na política, que envolveu Warley Campanha. Orientado pelo GAECO, Ricardo Franco gravou as cenas de extorsão que sofrera de Warley, vereador e presidente da Câmara à época, que acabou cassado e preso. Mesmo sendo a vítima no caso, o advogado não saiu ileso perante a opinião pública. O   mais desgastante, talvez, tenha sido o fechamento da empresa Eletrogil, fundada pelo pai, opondo familiares.

DEPOIS...

de alguns anos no ostracismo Ricardo voltou ao cenário político no último pleito eleitoral. Amargou a terceira colocação com pouco mais de três mil votos. Mas, quem pensou que o resultado das urnas o afastaria novamente das vitrines políticas, estava enganado.

ELE...

pediu e foi autorizado a utilizar a Tribuna Livre da Câmara, na sessão de terça-feira, 3. Sem papas na língua, como lhe é peculiar, porém com um discurso ponderado, teceu críticas à administração municipal e disse, dentre outras coisas, que “o prefeito André Pessuto não pode dar um espirro sem antes pedir autorização a forças ocultas que tomaram conta da Prefeitura”.

RICARDO...

foi além e pontuou diversos erros da equipe de Pessuto que, segundo ele, não são de exclusiva culpa do prefeito, mas sim de uma assessoria incompetente. Acusou a Câmara ainda de ser omissa e disse que isso pode trazer consequências irreversíveis.

“A CÂMARA...

tem sido omissa no sentido de cobranças nesse aspecto. Não importa que vossas excelências não tenham conhecimento, todos estão assessorados. Um requerimento não ofende, o que ofende é uma ação por improbidade administrativa.  O que ofende é que alguns desses assessores que aí estão foram os que conduziram o senhor Vilar para cadeia. Ele não conseguiu passar a mão na Fundação sozinho, na Prefeitura sozinho”, disse.

E FINALIZOU...

com um pedido: ”Peço a vossas excelências que modifiquem seus discursos no sentido de ajudar o senhor prefeito, mostrando a ele as falhas administrativas, para que assim, imbuídos de boa-fé, devolvam Fernandópolis ao caminho do bem”.

AOS...

comentários de que todo perdedor de eleição deve ir para casa, o ex-candidato, tem sempre resposta na ponta da língua: “Enganam-se os que pensam assim; meu mandato de cidadão fernandopolense não termina, nunca”.

 

Alencar Cesar Scandiuzi

Alencar Cesar Scandiuzi

Jornalista e Radiodifusor

VEJA TAMBÉM

teste

ga('send', 'pageview');