“Maio Amarelo” alerta para alto número de acidentes com mortes no trânsito

GERAL - 07:36:50
“Maio Amarelo” alerta para alto número de acidentes com mortes no trânsito

Começou em todo país o “Maio Amarelo”, uma campanha nacional que tem como principal finalidade alertar a população sobre os riscos no trânsito. Este ano o tema é “Nós Somos o Trânsito”, destacando a responsabilidade de todos em um trânsito mais seguro.  O “Maio Amarelo” está em sua quinta edição. A iniciativa foi da ONU em 2009 quando apresentou estudo que apontava que naquele ano 1,3 milhão morreram em acidentes de trânsito e 50 milhões ficaram feriadas e com sequelas. 
O maio amarelo acontece simultaneamente em todo país. Cada órgão de trânsito, estadual ou municipal desenvolve ações educativas voltadas para o tema.  O diretor do Denatran – Departamento Nacional de Trânsito - Mauricio Alves  lembra que a responsabilidade no trânsito não é apenas dos motoristas, mas inclui também os pedestres.
Além da diminuição de mortes no trânsito, o “Maio Amarelo” também tem a função de discutir novas práticas para a melhoria da mobilidade nas cidades. 
Dados do Observatório Nacional de Segurança Viária apontam que o trânsito tem uma média de mortes parecida com os números da violência urbana. De acordo com o Observatório, uma pessoa morre a cada 12 minutos no trânsito, enquanto a violência urbana mata uma pessoa a cada 10 minutos. Em média no Brasil morrem 3.500 pessoas por mês vítima da violência no trânsito. 
Dados do Infosiga, programa do governo do estado que acompanha em tempo real o número de acidentes com mortes no Estado, apontam que Fernandópolis registrou no ano passado 15 mortes por acidentes de trânsito. Este ano, de janeiro até abril, já foram cinco mortes. Três mortes ocorreram na área urbana, dois atropelamentos e um acidente com moto. Outras duas mortes ocorreram na Rodovia Euclides da Cunha, atropelamento e colisão. 
A imprudência está no topo das causas de acidentes com mortes no trânsito. Dados das polícias rodoviárias Estadual e Federal apontam que 1.956 veículos foram flagrados trafegando acima do limite de velocidade permitido nas rodovias da região.. Em uma ocorrência, um motorista registrou 201 quilômetros por hora na rodovia Euclides da Cunha, em Estrela d'Oeste. 
Outro condutor foi flagrado a 199 km/h, também na Euclides, mas no trecho de Meridiano. Nos dois trechos, o limite de velocidade é 110 km/h para carros e motos. Na BR-153, o campeão de imprudência foi um motorista que passou a 168 km/h em trecho cujo limite é de 80 km/h. 
Nos três casos, os condutores serão multados em R$ 880,41, por excederem a velocidade em mais do que 50% do permitido. Também terão a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensas.

 

VEJA TAMBÉM

teste

ga('send', 'pageview');