Dia 12, Apae comemora 47 anos e realiza Feira do Doce na praça

CADERNO VIVA - 18:58:50
Dia 12, Apae comemora 47 anos e realiza Feira do Doce na praça

12 de maio, próximo sábado, é uma data especial para a Apae – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Fernandópolis. A entidade vai comemorar o 47º aniversário de fundação, ocorrida em 12 de maio de 1971. Neste ano, o aniversário coincide com a tradicional Feira do Doce, evento que é realizado há décadas no sábado, véspera do Dia das Mães. 

A Feira do Doce é parte do calendário das comemorações do Dia das Mães. Há anos os fernandopolenses se acostumaram com esta doce opção para presentear as mães. O trabalho de organização da Feira movimenta a entidade desde o início do ano, desde a campanha para arrecadar os vidros para acondicionar os diferentes tipos de doce até a doação de produtos para a confecção, como leite (cerca de 500 litros) e açúcar (mais de 300 quilos).
A coordenação do trabalho é de Ester Queiroz e movimenta toda a equipe da Apae que está trabalhando na confecção de cerca de 600 vidros de doces de diferentes sabores, entre eles de figo, cidra, goiaba, leite, laranja, abobora, mamão ou em combinações de dar água na boca. Também serão disponibilizadas compotas, além de caixas de brigadeiro, beijinho, camafeu, bombons de cereja, olho de sogra, além da geleia de mocotó, doce de leite em pedaços, paçoca, brigadeiro de churros, pingo e suspiro. 
“Teremos doces para todos os bolsos”, diz a coordenadora, lembrando que esses produtos estarão à venda em preços que variam de 5 a 16 reais.
O tradicional bolo “Chapéu de Napoleão” já pode ser encomendado. Serão 100 quilos de bolo, cuja entrega ocorre na própria entidade na sexta-feira à tarde. A encomenda desse bolo pode ser feita pelo telefone 3465-1150. Os demais tipos de doces são comercializados na barraca na praça Joaquim Antonio Pereira. 
“É uma feira 100% filantrópica”, diz o presidente da Apae, Francisco Gouveia. “Não podemos abrir mão desse evento e do Sambanejo, a renda é muito importante para que possamos fechar as contas. Todo mês batemos na trave”, diz, lamentando o quadro de dificuldades que todas as entidades estão enfrentando. “Os repasses estão diminuindo em vez de aumentar. Hoje atendemos mais de 150 alunos especiais”, enfatiza. 
A Feira do Doce da Apae vai funcionar na Praça Joaquim Antonio Pereira, no próximo sábado, 12, das 8 horas às 12 horas.

VEJA TAMBÉM

teste

ga('send', 'pageview');