STJ suspende novo julgamento de Edilberto Pinato

GERAL - 18:20:03
STJ suspende novo julgamento de Edilberto Pinato

O STJ – Superior Tribunal de Justiça – suspendeu, ao acatar um recurso especial da defesa, o julgamento do advogado Edilberto Donizete Pinato, que estava marcado para quinta-feira, 17. Ele seria novamente julgado pelo assassinato do engenheiro José Carlos Lemos, em 2002, já que o julgamento que o inocentou em 2008, foi anulado. 

O novo julgamento estava marcado, inicialmente, para o dia 2 de maio, mas, a pedido do advogado de defesa, Alberto Zacharias Toron – que alegou já ter um compromisso agendado para a data – foi transferido para o dia 17 e agora novamente adiado, dessa vez sem data prevista.
Na decisão, o ministro relator do caso Jorge Mussi, alega que a não concessão da liminar que suspendeu o julgamento poderia causar dano grave de difícil ou impossível reparação. 
“Ao menos em juízo de cognição sumária, verifica-se presente a fumaça do bom direito, na medida em que, da análise das peculiaridades do caso, constata-se a plausibilidade jurídica dos pleitos constantes do agravo regimental interposto pelo ora requerente contra a decisão proferida no presente apelo nobre, suficiente a justificar a concessão do efeito suspensivo. Diante do exposto, defere-se a cautela requerida para conceder efeito suspensivo ao Recurso Especial, tão somente até o julgamento do agravo regimental nele interposto”, escreveu o relator. 
 O CRIME 
De acordo com a acusação formulada pelo Ministério Público, o engenheiro José Carlos de Lemos, que tinha 40 anos na época, e quatro funcionários da Sabesp, onde ele trabalhava, participavam de uma reunião quando foram surpreendidos pelo advogado Edilberto Pinato, com uma arma em punho.
Ainda segundo a acusação, Pinato entrou na sala e efetuou disparos contra o engenheiro que acabou morrendo. Os disparos também atingiram uma funcionária na perna. Ela foi atendida na Santa Casa e logo liberada. 

VEJA TAMBÉM

teste

ga('send', 'pageview');