Gripe mata mãe do prefeito de Urânia

SAÚDE - 07:37:34
Diário da Região
Gripe mata mãe do prefeito de Urânia

Uma mulher de 55 anos é a sexta pessoa da região a ter a morte confirmada por gripe. Mirtes Arjol Domingues era moradora de Urânia e mãe do prefeito da cidade, Márcio Arjol. Seu sepultamento foi realizado na tarde desta terça-feira, 15.

A mulher apresentou os primeiros sintomas em 1º de maio. Foi atendida na Santa Casa de Urânia, mas devido à gravidade do quadro precisou ser transferida para a Santa Casa de Jales no dia 6. Lá, permaneceu oito dias internada até ter uma parada cardiorrespiratória nesta segunda-feira, 14. Foi constatado que a infecção foi pelo tipo H1N1 do vírus da gripe.

Mirtes era casada e deixou três filhos e dois netos. Foi decretado luto oficial em Urânia.

De acordo com Alessandra Dias Marin, secretária de Saúde de Urânia, Mirtes era hipertensa, mas não de risco, e fazia uso do medicamento losartana. Ela diz que as unidades de saúde e todos os funcionários estão orientados quanto à conduta em casos de síndrome gripal. Alessandra afirma que não há nenhum outro caso confirmado ou em investigação de síndrome respiratória aguda grave.

Nesta segunda-feira, 14, chegaram ao fim as doses de vacina contra gripe que Urânia havia recebido, por isso a imunização precisou ser suspensa. Os grupos das crianças e dos idosos são os que possuem as menores coberturas vacinais: 50% e 75%, respectivamente. "Os outros estão acima de 80%. Vamos lutar para atingir a meta. As mães estão sendo convocadas por telefone", diz Alessandra.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, a redistribuição das doses tem sido feita conforme as entregas realizadas pelo Ministério da Saúde. Segundo a pasta, até o momento foram distribuídas 2,3 mil doses para Urânia, que imunizou 2,1 mil pessoas.

"De todo modo, foram liberadas em caráter emergencial mais 600 doses, que deverão estar disponíveis hoje." Até o fim da tarde desta terça-feira as doses não haviam chegado em Urânia.

A GRIPE NA REGIÃO

- 94 casos confirmados

- 12 em investigação

- Catanduva: 63 casos confirmados, sendo 39 da cidade e 24 da região

- Fernandópolis: dois casos (um de H3N2 e um de Influenza B) e outros três em investigação, incluindo um óbito

- Jales: Sete casos, sendo dois com H1N1, três com H3N2 e dois com Influenza B

- José Bonifácio: um caso confirmado de H1N1

- Santa Fé do Sul: 21 casos positivos de gripe

- Nenhum caso foi registrado nas cidades de Mirassol, Monte Aprazível, Olímpia e Votuporanga

MORTES NA REGIÃO

- Mulher, 51 anos, moradora de Rio Preto, morreu por H1N1

- Homem, 27 anos, de Santa Fé do Sul, morreu por H1N1

- Mulher, 83 anos, de Aparecida D'Oeste, morreu por H3N2

- Mulher, idade entre 30 e 39 anos, moradora de Rio Preto, morreu por H1N1

- Homem, com mais de 80 anos, de Rio Preto, morreu por H3N2

- Mulher, 55 anos, moradora de Urânia, morreu por H1N1

- Fontes: Secretarias Municipais de Saúde

VEJA TAMBÉM

teste

ga('send', 'pageview');