Corpo de motorista é encontrado 20 km abaixo da ponte

GERAL - 15/03/2011 00:00:00
Corpo de motorista é encontrado 20 km abaixo da ponte

Tragédia de Água Vermelha pode ter como causa irresponsabilidade de outro caminhoneiro

O corpo de Rodrigo Cughio, de 25 anos, o motorista da carreta bi-trem que caiu da ponte de Água Vermelha no último sábado, foi encontrado boiando numa das margens do Rio Grande perto do Porto Amaral, município de Populina, no final da tarde de segunda-feira.

O local dista aproximadamente 20 km da ponte de Água Vermelha, local do acidente. O Corpo de Bombeiros encontrou dificuldades para mergulhar nas águas turvas e turbulentas do trecho a jusante da Usina de Água Vermelha.

Alguns turistas viram o corpo boiando e chamaram o resgate. Familiares da vítima reconheceram o corpo como sendo de Rodrigo.



Uma equipe permanece no local do acidente em busca da carreta que afundou junto com um tanque carregado com etanol. Técnicos ambientais de uma empresa particular também estão de prontidão para evitar acidente com a carreta que se soltou e ficou boiando no trecho do rio. A família do motorista é de Paulínia-SP.
PARADO NA PISTA


Segundo testemunhas, a causa do acidente teria sido outro caminhão, que estaria parado sobre a ponte. Cughio tentou frear, mas as duas carretas carregadas de etanol provocaram o “L” e o conjunto rompeu a mureta de profissão e desabou no rio, que naquele trecho alcança 70 metros de profundidade.
O “cavalinho” do caminhão e o primeiro tanque ainda não foram localizados. O bitrem pertence à empresa Transjordano, de Paulínia-SP. O motorista havia acabado de carregar os tanques com mais de 50 mil litros de combustível na Usina Coruripe, em Iturama, MG.
ACIDENTE
El Shaday

Palladino materia lateral