BASTIDORES

ARTIGOS - 09:08:39

ANDRÉ...

Pessuto, na cadeira de presidente da Câmara Municipal, fez valer sua experiência política e conduziu com desenvoltura a sessão ordinária que marcou o início do ano legislativo no Palácio 22 de Maio, terça-feira, 3.

OUVIU...

atentamente quase uma repetição do que têm sido as sessões nos últimos dois anos. Sem projetos na Ordem do Dia, visto que 13 foram votados na sessão de 20 de janeiro,  seus pares dividiram o tempo entre cobranças, muitas cobranças ao poder executivo, e alguns tímidos elogios à administração da prefeita Ana Bim.

PROBLEMAS...

aparentemente simples vieram à tona, como a infestação de pombos nas escolas. Chico Arouca levantou a questão e alertou para o risco de saúde que as fezes das aves trazem, mas não foi socorrido à altura pelos colegas, todos com dificuldade em pronunciar “criptococose”,doença que pode causar meningite.

A NECESSIDADE...

de o município contratar, com urgência, mão de obra suficiente para livrar a cidade da sujeira que toma conta do centro e bairros, e uma empresa para tapar buracos no asfalto, foram lembrados na sessão.

VEIO...

o tempo destinado às “Explicações Pessoais”. André Pessuto, como prometera a alguns amigos, foi à tribuna para esclarecer de vez seu novo posicionamento político, que pode ser entendido como rompimento definitivo com o ex-prefeito Luiz Vilar de Siqueira.

PALAVRAS...

textuais de Pessuto: “Quero deixar claro à imprensa e à população fernandopolense, que alguns da imprensa disseram que o ex-prefeito teve gerência política sobre a presidência da casa. Quero deixar isso muito claro, que não existiu gerência nenhuma, e mais claro ainda: não vai haver gerência nenhuma do ex-prefeito sobre o presidente do legislativo”.

“O VEREADOR...

de Fernandópolis André Pessuto, presidente dessa casa, tem autonomia política, tem consciência e responsabilidade política própria, independente. E é essa postura que vou tomar como presidente dessa casa”. Aqui, Maurílio Saves aparteou: “Eu quero fazer coro às suas palavras, para dizer que, ainda que mínima fosse a possibilidade, Vossa Excelência não teria meu voto”. (Lembrando que Saves, embora situacionista, votou em Pessuto para presidente da Câmara).

REAFIRMANDO...

compromissos com a ética, transparência e de liberdade política, Pessuto tomou como referência “seu eleitor” Chico Arouca, que por dois anos pregou a paz; falou do fim do embargo econômico que uniu Estados Unidos (capitalista) e Cuba (socialista) e destacou as palavras do Papa Francisco:” Não é fácil ser feliz. Temos que abrir mão de várias coisas, fazer escolhas, e ter coragem de assumir ônus e bônus para ser feliz”. Começou bem o neto de Bernardo Pessusto.

 

 

Alencar Cesar Scandiuzi

Alencar Cesar Scandiuzi

Jornalista e Radiodifusor

VEJA TAMBÉM

teste

ga('send', 'pageview');