BASTIDORES

ARTIGOS - 13:31:24

TERMINA...

hoje o prazo de filiação partidária para quem quiser concorrer aos cargos eletivos deste ano (prefeito, vice, vereador), ou seja, seis meses antes da data das eleições, previstas para 2 de outubro.

A SEMANA...

foi de pouco movimentação, principalmente quanto a nomes da política fernandopolense que resolveram trocar de partidos na última hora. A grande maioria permaneceu “fiel às origens”.

CARLOS...

Lima, depois do compromisso com Michel Temer em 2007, de filiar-se ao PMDB, preferiu disputar a eleição para prefeito em 2008, pelo PT. Em 2010, foi cabo eleitoral do candidato Guilherme Mussi a deputado, à época pelo PV. Hoje, Mussi está no PP, de Maluf.

EM

 2012, Carlos Lima foi pivô dos desencontros na convenção do PMDB, cujos desdobramentos desaguaram na impugnação que tirou de Maisa Rio a eleição de vereadora, mesmo sendo a mais votada. Agora, decorridos 4 anos, Lima tentou voltar, sem êxito, ao PMDB. Diante das resistências naturais, filiou-e, ao que se sabe, ao partido Rede Sustentabilidade, de Marina Silva. É pré- candidato a prefeito.

A LISTA...

é grande de prováveis candidaturas. Pesquisa contratada, lista nada mais, nada menos que 20 pré-candidatos a prefeito de Fernandópolis. Tem candidato para todo gosto. Tradicionais e novatos estão nas planilhas, nos questionários.

PRINCIPAIS...

nomes e partidos sugeridos para pesquisa: Ana Bim, (PSD), José Carlos Zambon (PROS), Ricardo Franco (PMDB), André Pessuto (DEM), Renato Colombano (PSB), Carlos Lima (REDE), Chico Arouca (PRB), Jerri Falcão (PRP), Henri Dias (PTB). Ricardo Saravali deixou o PP e foi para o PMDB. Embora não seja candidato a prefeito, passou a semana colhendo novas filiações e cheio de gás para inscrever “no mínimo” 10 candidatos a vereador pelo seu novo partido.

O PSDB...

ficou aguardando a chegada de Zambon ao partido para lançá-lo candidato. Não deu: vai trabalhar para emplacar Maiza Rio como vice em alguma coligação; Rodrigo Ortunho virou tucano e aguardará os acontecimentos; o PT deve coligar-se ao PSB, e o candidato de Fausto Pinato ainda não apareceu. Seria o próprio?  

AS CONVENÇÕES...

para escolha de candidatos vai de 20 de julho a 5 de agosto; o registro até 15 de agosto, e a campanha eleitoral, reduzida de 90 para 45 dias, tem início dia 16 de agosto. No rádio e TV, a propaganda eleitoral, que era de 45dias, caiu para 35 dias, a iniciar-se em 26 de agosto. Campanha curta e com pouco dinheiro. Doações? Só de pessoa física. Acabou a parceria, a farra da barganha empresa/políticos.

Alencar Cesar scandiuzi

Alencar Cesar scandiuzi

Jornalista e Radiodifusor

VEJA TAMBÉM

teste

ga('send', 'pageview');