Enfim, empreiteira inicia construção das 219 casas populares

GERAL - 08:13:22
Enfim, empreiteira inicia construção das 219 casas populares

Um conjunto com 219 casas populares anunciado em 2016, enfim, começa a sair do papel. O conjunto da CDHU, Fernandópolis I, foi anunciado em março de 2016 durante evento político com a presença do então secretário da Habitação Rodrigo Garcia (DEM) e organizado pelo prefeito André Pessuto (DEM), na época presidente da Câmara. O convênio foi assinado em junho daquele ano pela então prefeita Ana Bim (PSD).

Quase 3 anos depois,  as máquinas já iniciaram a terraplenagem do terreno para início da construção. O registro do início das obras foi feito pelo programa Rotativa no Ar da Rádio Difusora, nesta segunda-feira, 1º.

As 219 casas populares serão construídas pela empreiteira S. Figueiredo que venceu a concorrência aberta pela CDH – Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Estado, com financiamento da Caixa, dentro do projeto Minha Casa Minha Vida. De acordo com a placa já instalada no local, a obra está orçada em R$ 21,9 milhões e tem prazo para conclusão da obra em 13 de janeiro de 2020. A prefeitura confirmou o início da obra, após ter superado os entraves burocráticos do processo.  

As moradias serão construídas em uma área ao lado do conjunto habitacional Jayme Leone já dotada de infraestrutura de água, esgoto e galerias. Os imóveis terão 56 metros quadrados de área construída, divididos em dois quartos, sala, cozinha e banheiro. O edital prevê ainda a instalação de sistemas solares de aquecimento de água para que as famílias tenham mais conforto e economia de energia elétrica. Além da doação do terreno, o contrato prevê como contrapartida do município o plantio de uma árvore para cada casa construída.

VEJA TAMBÉM

teste

ga('send', 'pageview');