Corrida ao 2º turno tem 50% de votos “sem dono” na comarca

POLÍTICA - 20:06:17
Corrida ao 2º turno tem 50% de votos “sem dono” na comarca

A menos de 20 dias para o 2º turno das eleições, quando os eleitores paulistas voltam as urnas para escolher presidente e governador, o cenário mostra que os candidatos têm um grande desafio: atrair o voto de mais da metade dos eleitores de Fernandópolis e da comarca que no primeiro turno não votaram em Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT), na disputa presidencial, e em João Dória (PSDB) e Márcio França (PSB), na disputa para o governo de São Paulo. Eles formam um grupo de “votos sem dono”, isto é, prontos para serem conquistados pelos candidatos. 

Na disputa presidencial, Bolsonaro e Haddad levaram juntos 37.327 votos dos 71.000 eleitores aptos ao voto (52%). Os demais 33.673 votos (48%) formam o grupo de eleitores que não apareceram para votar (17.137), que votaram em branco (1.523), anularam o voto (4.109) ou votaram em outros candidatos (10.904). É uma mina de votos a ser explorada pelos concorrentes ao Palácio do Planalto.
No primeiro turno das eleições, Bolsonaro venceu em Fernandópolis e em todos os municípios da comarca. A disputa mais apertada ocorreu em Guarani d´Oeste onde a vantagem foi de menos de 100 votos. No computo geral, Bolsonaro teve o triplo de votos de Haddad (veja quadro).
Na disputa pelo governo de São Paulo, João Dória também saiu com vantagem na Comarca, mas, não foi unanimidade. Ele perdeu para Márcio França na cidade de Guarani d´Oeste por 8 votos. França foi o segundo colocado em Pedranópolis e Macedônia e terceiro colocado em Fernandópolis, Meridiano, Indiaporã e Ouroeste. Aliás, em Ouroeste, a segunda posição ficou com Luiz Marinho do PT. 
Os dois candidatos somaram juntos 24.648 votos de um total de 71.000, ou seja, 35% dos votos de Fernandópolis e dos municípios da comarca. Isso significa que 65% dos votos formados por abstenção, brancos e nulos, estão “sem dono” para o segundo turno.
Os dois senadores eleitos para compor o Senado a partir de 2019, também foram os mais votados em Fernandópolis e na Comarca. Major Olímpio (PSL) e Mara Gabrilli (PSDB) foram respectivamente primeiro e segundo lugar. Exceção a cidade de Pedranópolis onde a ordem se alterou. Gabrilli foi a mais votada. Em Fernandópolis, Major Olímpio teve 15.320 votos e Mara alcançou 10.656.

VEJA TAMBÉM

teste

ga('send', 'pageview');