Sem apoio, atletas de Fernandópolis buscam novo título mundial em Las Vegas

ESPORTE - 12:08:25
Sem apoio, atletas de Fernandópolis buscam novo título mundial em Las Vegas

Desta vez será um pouco diferente e ainda mais difícil, no entanto, Fernandópolis mais uma vez será o Brasil no Campeonato Mundial de Powerlifting, promovido pela WABDL – World Association os Benchers and Dead Lifters, que será realizado em Las Vegas, Nevada, EUA, entre os dias 13 e 18.
Os fernandopolenses Aparecido Junior e Renan Moreno, que foram campeões mundiais no ano passado com a seleção brasileira de Levantamento de Peso, estarão novamente na competição para defender a medalha de ouro e tentar bater os recordes mundiais de cada categoria. Juninho competirá no dia 15 e Renan no dia 16.
A participação dos dois esteve ameaçada este ano por conta da falta de apoio financeiro para custear as viagens, cerca de R$15 mil para cada um, levando em conta, passagens, hospedagem e alimentação.
“Cheguei a falar com o prefeito (André) e ele se comprometeu a ajudar, no entanto, o financeiro da Prefeitura disse que não tinha verba para este esporte. Infelizmente falta apoio no Brasil para este esporte, porque no exterior é bastante valorizado. Mas, ainda assim, nós amamos o esporte e demos um jeito. Vamos continuar batendo no peito com orgulho e dizer que somos de Fernandópolis”, disse Aparecido Junior, considerado o precursor do Levantamento de Peso na cidade.
Em 2017, os fernandopolenses retornaram de Las Vegas, Estados Unidos, campeões mundiais de Levantamento de Peso. Colocaram Fernandópolis no topo do mundo. Renan Moreno é tetracampeonato mundial. Foram quatro medalhas: Campeão Mundial no Supino – categoria júnior; campeão mundial no Levantamento Terra – categoria júnior; campeão mundial categoria open supino e medalha de prata na categoria open de levantamento terra. 
Juninho conquistou o título mundial pela primeira vez, na categoria máster, 45 a 53 anos. Ele levantou 220 kg, contra 210 do segundo colocado. Conquistou ainda o terceiro lugar (três medalhas de bronze) no supino ao cravar 190 quilos. 
No total, Renan e Juninho conquistaram oito medalhas: quatro medalhas de ouro, uma de prata e três de bronze. Ambos integraram a equipe brasileira que disputou o campeonato mundial nos Estados Unidos. O Brasil levou quinze atletas e na classificação por equipe ficou em terceiro lugar.

 

VEJA TAMBÉM

teste

ga('send', 'pageview');