Bastidores

ARTIGOS - 17:26:28

DURMAM...

em paz, fernandopolenses! Os carnês do IPTU de 2019 virão com correção de apenas 4%. Na terça-feira a Câmara aprovou o projeto do prefeito para os exercícios de 2018 a 2020, em relação ao imposto. ( Leiam mais na página 3-A)

OS PAGAMENTOS...

terão início em março. Um servição com custos de impressão e distribuição foi totalmente perdido, cujo valor é provável que nunca se conheça. Quem cobrará da prefeitura o montante do prejuízo? A Câmara? Esqueçam.

O RUÍDO...

foi grande e ecoará por muito tempo em Fernandópolis. A imagem do prefeito e dos vereadores sofreu novo e profundo arranhão. Embora sabido que o amazônico aumento do imposto tenha sido emanado do gabinete prefeitural, a negativa repercussão perpassou as nobres divisórias do Paço Municipal.

MUITOS...

fernandopolenses não acreditam ser possível que André Pessuto tenha gestado tudo sozinho na solidão do poder, sem dividir com algum assessor (ou assessores mais próximos) a discussão tão séria de medidas administrativas. Foram muitas falhas em dois anos, como mostrou CIDADÃO na edição passada.

DE...

uma forma ou de outra, cresce junto à população o conceito de que a assessoria do prefeito é,digamos, fraca. Ouve-se de tudo a respeito da real competência dos assessores que gravitam em torno de André Pessuto.

NAS...

redes sociais e contato com redações, principalmente, eleitores falam de “quarteto fantástico”, séquito, entourage, camarilha, e o campeão: puxa sacos. Mas, convenhamos,generalizar não é correto,visto que existem  secretarias que trabalham muito, como a de Trânsito, por exemplo.

NA...

terça-feira, no mesmo espaço em que o prefeito e vereadores foram alvo de pesada manifestação do povo, irado com o aumento do IPTU, o palhaço roubou a cena, fez afastar um pouco a bronca dos munícipes, e pôs no lugar a alegria do espetáculo circense “EuRiso”. Em vez de vaias, muito risos, gostosas gargalhadas.

AO FIM.

do espetáculo, o cidadão comum deixou a praça diante da constatação  inexorável da velocidade com que acontecem as coisas em Fernandópolis. Com “Mirabolante”, nome da companhia de palhaços na cabeça, foi para casa confidenciando com seus botões: a sociedade fernandopolense, no momento, deve ir ao encontro dos políticos, ou fugir deles?

 

 

 

 

 

 

 

Alencar Cesar Scandiuzi

Alencar Cesar Scandiuzi

Jornalista e Radiodifusor

VEJA TAMBÉM

teste

ga('send', 'pageview');