Bastidores

ARTIGOS - 07:40:28

EM...

anos acompanhando a cena política, aprendemos que existem dois caminhos para se chegar aos palácios governamentais: 1) o direto, quando existe um bom relacionamento entre o reivindicante e o governante; 2) o indireto, que só chega lá com ajuda de bons intermediários.

CONHECEMOS...

prefeito de Fernandópolis que, além de prestígio pessoal junto ao chefe contava ainda com interlocutores influentes, sempre presente nos momentos mais importantes do governo. Tinha nos deputados, especialmente um, o agendador de todas as audiências.

TAMBÉM...

conhecemos prefeitos que por divergências partidárias, enfrentaram as durezas do chamado caminho indireto. Ficavam muito tempo na fila, até serem recebidos pelo primeiro escalão, para só depois conseguir espaço na agenda governamental. Dizer que passaram por humilhações, não é nenhum exagero.

ANDRÉ...

Pessuto não teve problemas desse tipo nos primeiros dois anos de governo. Afinal, Fernandópolis elegeu dois deputados. O estadual, do partido do governador; e o federal, embora representante de outro partido, sempre tiveram bom relacionamento com o governador.

2019...

começa desafiador para Pessuto no terreno do relacionamento com o novo inquilino do Palácio dos Bandeirantes. Vai ter que usar vias indiretas, uma vez que o deputado estadual, do mesmo partido do governador, o PSDB, não se elegeu, e o federal, sabemos, não vive um bom momento com João Dória.

RODRIGO.

Garcia, do DEM, partido do prefeito, poderia facilitar as coisas, mas ainda não esqueceu a traição do federal, que largou Dória e mergulhou de cabeça na campanha de Marcio França (PSB). Aliás, o fernandopolense se queixa do mesmo, ou seja, alega que foi traído por Garcia, que teria rompido um compromisso de respeitar território,e acabou  abrindo espaço em favor de Geninho Zuliani (DEM), ex-prefeito de Olímpia, eleito deputado federal.

UM...

agropecuarista fernandopolense que conseguiu empregar o filho na assessoria do deputado fernandopolense acredita que tudo se resolverá na Assembléia Legislativa, porque Dória precisa formar maioria, para aprovação de seus projetos; segundo ele, o Progressista tem mais de 10 deputados que poderão participar da base de apoio ao governador. ( Esclarecendo: o PP elegeu número menor: quatro).

FLÁ...

Prandi, prefeito de Jales, homem de confiança do vice-governador Rodrigo Garcia, disse à Coluna que, em relação à Fernandópolis, haverá diálogo (sem prazo estabelecido) em nome de um grande projeto, que se apoia na candidatura de Garcia a governador, em 2022, e de João Doria a presidente. Tudo passaria pelas eleições de prefeito,no próximo ano. A arte de engolir sapos será exercida, mais uma vez, na plenitude.

 

 

Alencar Cesar scandiuzi

Alencar Cesar scandiuzi

Jornalista e Radiodifusor

VEJA TAMBÉM

teste

ga('send', 'pageview');