“Ele afundou o Vilar e está derrubando o André”, dispara Jacob contra Cassadante

GERAL - 23:57:11
“Ele afundou o Vilar e está derrubando o André”, dispara Jacob contra Cassadante

A polêmica envolvendo o aumento no IPTU – Imposto Predial e Territorial Urbano – e na Taxa do Lixo deixou mágoas na Câmara Municipal. Depois de dois anos em “lua de mel” com os vereadores, o prefeito André Pessuto (DEM) encarou nesta terça-feira, 5, a primeira onda de críticas mais veementes vindas do Palácio 22 de Maio desde o início de sua gestão. 
Na Tribuna, Murilo Jacob (PR) cobrou explicações da Prefeitura sobre quem arcará com as despesas da reimpressão dos carnês do IPTU. Ele disse que se, de fato a culpa é do servidor que a assumiu, ele deveria indenizar o município e ser exonerado. 
“Esse mesmo servidor moveu uma ação contra a Prefeitura na gestão passada por ter sido desviado de função. Ou seja, quando a Prefeitura erra ela tem que pagar a conta para ele, que recebeu uma indenização de mais de R$ 40 mil, agora quando ele erra fica tudo por isso mesmo?”, questionou o vereador. 
Murilo ainda subiu o tom e questionou o prefeito sobre a competência de sua assessoria. Um dos alvos foi o secretário de Gestão José Cassadante Junior, que Murilo disse estar afundando a administração. 
“O Cassadante já está fazendo hora-extra lá dentro. Todos os erros que tem ele está envolvido. Eu disse lá atrás que ele derrubou o Vilar e agora está derrubando o André. Precisa de mais o quê para tirar ele de lá?”, completou. 
Os demais vereadores endossaram as palavras de Jacob alegando que o suposto erro teria respingado em toda a Câmara. Tonho Pintor (PSC) disse inclusive ter sido ameaçado de morte por conta disso. 

 

VEJA TAMBÉM

teste

ga('send', 'pageview');