Bastidores

ARTIGOS - 07:34:35

ASFALTO...

ruim é tema recorrente. Ele passou a fazer parte da vida de governantes públicos, notadamente os prefeitos, por se tratar de um revestimento de primeira necessidade, de alto custo, nem sempre possível aos cofres escassos das prefeituras.

PARA...

quem nunca desceu a detalhes, asfalto é um betume, de material aglutinante escuro e reluzente, de estrutura sólida, constituído de misturas complexas de hidrocarbonetos voláteis de elevada massa molécula, além de substâncias minerais, resíduo da destilação a vácuo do petróleo.

DA...

peça orçamentária municipal, os maiores recursos vão para a saúde, educação e folha de pagamento do funcionalismo, restando muito pouco para obras e serviços, incluindo aí o asfalto. Nos últimos anos, o poder público tem lançado mão de empréstimos para executar demandas de pavimentação asfáltica.

É GRAÇAS...

a empréstimos que a prefeitura de Fernandópolis está recapeando vários bairros. Tão importante, que a administração investiu na televisão para mostrar o asfalto que o prefeito derrama  nos bairros e no recapeamento de 300 quarteirões, conforme diz a publicidade televisiva.

EM...

recente entrevista o prefeito disse que para recapear toda a cidade seriam necessários R$ 50 milhões. A propósito, o prefeito Edinho Araújo vai gastar R$ 53 milhões para o recapeamento de 180 quilômetros, que equivalem a l,6 milhão de metros quadrados de ruas e avenidas rio-pretenses, com direito à fiscalização dos serviços de uma empresa, contratada pela prefeitura.

EM...

Votuporanga, uma novidade: os serviços de recapeamento são executados pela prefeitura da cidade, que dispõe de equipamento próprio. O secretário de Obras anda sorrindo porque, segundo ele, em comparação com a situação asfáltica na região, sua cidade vai muito bem. Com a mesma equipe,o setor se dá luxo de anunciar para breve a construção de um pontilhão.

EM...

Jales a nova administração pegou a o asfalto em situação caótica. Também fez empréstimos bancários e, aos poucos, foi pondo em prática um programa de recuperação dos trechos mais depauperados. Hoje, livre da pressão da população quanto aos buracos, o prefeito da cidade focou atenção no setor de saúde.

SE...

outros prefeitos tivessem cuidado melhor do asfalto, fazendo sua parte, como diz André Pessuto, Fernandópolis não chegaria à buraqueira de hoje. É provável que alguns prefeitos tenham mesmo pecado pela negligência quanto à fiscalização dos serviços. Nunca é tarde: Fernandópolis poderia pegar emprestado o exemplo de Rio Preto.

Alencar Cesar Scandiuzi

Alencar Cesar Scandiuzi

Jornalista e Radiodifusor

VEJA TAMBÉM

teste

ga('send', 'pageview');