Do ferro velho para o pódio:conheça Lucas Mexicano

CADERNO VIVA - 19:05:26
Do ferro velho para o pódio:conheça Lucas Mexicano

Fernandópolis conquistou no último dia 13 um dos mais importantes títulos do esporte Levantamento de Peso, o Campeonato de Power Bíceps no Arnold Classic Internacional em São Paulo. E um dos destaques da equipe foi um fernandopolense de apenas 22 anos, que logo em sua primeira competição na modalidade, conquistou medalha de ouro. 

Lucas Marinho, mais conhecido como Mexicano, treina há quatro anos. Ele é funcionário de um ferro velho da cidade e todos os dias sai do trabalho, que já é pesado, para encarar uma rotina exaustiva de treino. Reflexo da realidade de um esporte ainda pouco valorizado no Brasil. 
“É bem cansativo. Eu chego do trabalho descanso por mais ou menos uma hora e depois vou treinar. Faço uma hora e meia de preparação por dia de domingo a domingo, sempre acompanhado pelo meu treinador Aparecido Junior. É bem cansativo, mas é o que a gente gosta, então vamos lutando e seguindo com esse sonho”, disse o atleta.  
Sem apoio do poder público e patrocinadores, Lucas, assim como boa parte dos atletas deste esporte, acaba tendo que bancar tudo do próprio bolso, desde os suplementos até as despesas com viagens. 
“Estamos nesse esporte por amor. É complicado, para ir para essa competição mesmo eu só tive o apoio de um amigo, o Gabriel Junior, que me ajudou por amizade mesmo, o resto tive que tirar do bolso mesmo e acaba até atrasando algumas contas nossas do dia-a-dia para poder participar das competições. A gente luta para que nosso esporte seja reconhecido para que possamos mudar essa realidade”, completou. 
POR EQUIPE 
A equipe de Fernandópolis, AFAF – Associação Fernandopolense dos Atletas de Força -esteve representada por 15 atletas e venceu subindo no mais alto do pódio por equipe.
Foram vários destaques individuais com vários deles conquistando medalha de ouro em meio a centenas de atletas de outros países como por exemplo, Bolívia Argentina Chile Estados Unidos Rússia Brasil Itália e França. A grande estrela da noite, Arnold Schwarzenegger, também esteve presente na competição que leva seu nome.
Além de uma grande conquista para Fernandópolis, foi uma conquista para o interior paulista. Esta foi a primeira vez que uma equipe do interior venceu a competição internacional maior e mais disputada do Brasil.
“É uma tecla que sempre bati. Nós precisamos de ajuda do Poder Público. É um esporte esquecido. Desde quando iniciei ele em Fernandópolis no início da década de 90 eu já sonhava com coisas grandes. Hoje temos um vasto currículo e cada vez mais renome no cenário nacional. Nós amamos Fernandópolis e é nosso prazer representar a cidade com vitórias, mas muitas vezes abdicamos de participar por falta de dinheiro mesmo”, destacou Aparecido Júnior, o Juninho, treinador da equipe.
Logo após a conquista no sábado, ele postou uma cobrança aos vereadores e à Prefeitura de Fernandópolis, e no mesmo dia recebeu uma ligação anônima pedindo para retirar o conteúdo.
“Não pedimos nada além do que merecemos. É o nome de nossa cidade e precisamos de incentivo”, cobrou Juninho que também é atleta da equipe.

VEJA TAMBÉM

teste

ga('send', 'pageview');