Circo Enxame propõe reflexão sobre individualidade em Fernandópolis

CADERNO VIVA - 20:14:16
Circo Enxame propõe reflexão sobre individualidade em Fernandópolis

O espetáculo circense, “Enxame”, criado por artistas de circo de São Paulo especializados na Bélgica, Canadá e Itália, chega a Fernandópolis em apresentação única no dia 27 de julho, às 20 horas, no Teatro Municipal. O Circo Enxame é um coletivo de São Paulo composto por artistas circenses que se encontraram em 2008 enquanto cursavam o CEFAC - Centro de Formação Profissional em Artes Circenses em São Paulo. 

Após especializações variadas, inclusive no exterior (na Bélgica, Canadá e Itália), esses artistas reencontraram-se em 2015 e decidiram retomar o antigo sonho de pesquisar e criar juntos. 
Em 2016 criaram o número circense “Enxame”, e no mesmo ano, realizaram a montagem do espetáculo “Sobrevoltas”, dirigido por Rodrigo Matheus. Com esses dois apoios e um trabalho de pesquisa rico em diversidade, o Circo Enxame começou a consolidar-se na paisagem artística paulistana e nacional. 
Em 2018, o Circo Enxame foi contemplado pelo Edital ProAc do Governo do Estado de São Paulo, e pelo Edital de Apoio à Criação Artística da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, para dar continuidade a pesquisa e criar o espetáculo “Enxame”.
O espetáculo apresenta números e cenas que unem distintos artistas e técnicas (como Corda Bamba, Dandys Acrobático, Malabarismo, Palhaçaria e Paradas-de-mão), em uma trama teatral. 
Movidos pela curiosidade de entender como outros coletivos vivos se organizam, como as sociedades organizadas das abelhas, o Circo Enxame pretende dialogar com questões referentes a massa X indivíduo, a invisibilidade e a despersonificação dentro de um coletivo. 
Vestidos de apicultores, roupa que os uniformiza, os integrantes se encontram em volta de uma mesa, onde a espera infinita por algum acontecimento os leva aos poucos a subverterem a ordem das ações e dos objetos cotidianos trazendo um fluxo continuo de situações inesperadas. 
As diversas técnicas circenses são apresentadas em um cenário feito por cadeiras e mesas de madeira, que se constrói e se descontrói conforme as cenas vão se desenvolvendo.
Em “Enxame”, quatro indivíduos encontram-se em volta de uma mesa na espera de que algo aconteça. Essa espera os leva aos poucos a subverterem a ordem das coisas e dos objetos cotidianos em um fluxo contínuo de acontecimentos nada rotineiros. Com um questionamento de fundo relacionado a: “quem somos dentro da massa” e “qual a minha individualidade dentro do coletivo”, esta criação divertida e surrealista brinca com a questão da despersonificação. 
Repleto de técnicas tradicionais do circo como mesa de dandys, malabarismo, paradas-de-mão, equilíbrios, acrobacias de solo e palhaçaria, “Enxame” traz ao público uma experiência diferenciada e surpreendente. 
FICHA TÉCNICA
Concepção e criação coletiva: Circo Enxame
Olhar Cênico: Diogo Granato
Elenco: Giulia Tateishi (ou Karen Nashiro), Jan Leca, Renato Mescoki e Veronica Piccini
Trilha Sonora e direção musical: Rubens de Oliveira
Criação de Luz: Marcelo Esteves
Figurinos: Claudia Schapira e Circo Enxame
Adereços: Beatriz Kovacsik
Produção: Fernanda Vilela e Camila Scatena – .equi|ibre.

VEJA TAMBÉM

teste

ga('send', 'pageview');