Campanha eleitoral em Meridiano esquenta a 15 dias da votação

ARTIGOS - 20:17:21

Os eleitores de Meridiano vão as urnas no dia 4 de agosto para escolher o prefeito para cumprir um mandato tampão. A disputa reúne duas chapas, uma do ex-prefeito Aristeu Baldin (PSDB) e seu vice José Milton Cunha, o Birimba (PSB), e a outra do vereador e prefeito interino Maicon Fabiano de Oliveira, o Maicon Japonês (Podemos) e seu vice, Antonio Célio Gonçalez, o Celião (PRB). 

Faltando 15 dias para a eleição, o clima esquenta na cidade que pertence a comarca de Fernandópolis. O componente que elevou a fervura da campanha foram decisões da Justiça eleitoral, que deferiu o registro de uma chapa e indeferiu de outra. 
O registro indeferido foi da chapa de Aristeu Baldin e Birimba. O candidato tucano teve o pedido de registro indeferido pelo juiz eleitoral da 302ª Zona Eleitoral da Comarca de Fernandópolis, Paulo Vitor Alvares Gonçalves por ter deixado de apresentar certidão de um processo da 2ª Vara da Justiça Federal de Rio Preto. Baldin diz que vai reverter a decisão no recurso ao Tribunal Regional Eleitoral em São Paulo. Enquanto isso, pode tocar a campanha eleitoral. As redes sociais, claro, contribuem para elevar a temperatura da campanha em Meridiano. 
A eleição suplementar foi marcada pelo Tribunal Superior Eleitoral após a cassação do prefeito Orivaldo Rizzato e sua vice Marcia Adriana, acusados de compra de voto na eleição de 2016. 
O prefeito que for eleito em 4 de agosto, assume em setembro e vai cumprir mandato tampão até 31 de dezembro de 2020, podendo concorrer a reeleição no ano que vem.

Bate pronto

  PRAZO ABERTO - A prefeitura abriu prazo para o recadastramento de idosos beneficiados pela isenção de IPTU. O benefício é concedido aos contribuintes com mais de 65 anos, que possuam apenas um imóvel em seu nome e cujo rendimento familiar não ultrapasse os três salários mínimos. A medida também beneficia inválidos e inativos A atualização do cadastro deve ser feita nos balcões de atendimento da Prefeitura no Poupatempo até o último dia útil de setembro. Quem perder o prazo terá a isenção cancelada, conforme prevê a lei que regula o benefício. Os beneficiários que apresentam problemas de saúde que os impossibilite de comparecer pessoalmente ao Poupatempo devem apresentar atestado médico e requerimento específico solicitando o comparecimento do servidor público no local.

  NA SURDINA - Os vereadores de Mirassol aprovaram projeto para aumentar o número de vereadores na Câmara, de dez para quinze cadeiras. De autoria de Carlos Divino de Souza (PTB), o projeto foi protocolado na sexta-feira, 12, e foi aprovado às pressas na segunda-feira, 15, por 7 a 3.  O projeto ainda precisa passar por votação em segundo turno e, segundo a Câmara, ainda não tem data para ser apreciado. Votar projetos dessa natureza na surdina, tentando engambelar o eleitor não é exclusividade de Mirassol. Isso já aconteceu em Fernandópolis em diferentes momentos, basta lembrar do famoso “trem da alegria” na véspera da Copa do Mundo de 2014, quando os vereadores chegaram a aprovar em primeiro turno projeto para aumentar os salários e o número de cadeiras no legislativo, de 13 para 15. Na época, a pressão popular levou os vereadores a rejeitarem os projetos em segundo turno. Ou seja, são todos iguais, só muda o endereço.

  VÍRUS EM CIRCULAÇÃO - A Secretaria Estadual de Saúde está preocupada com a circulação do vírus na região, especialmente em Fernandópolis onde já foram confirmados 17 casos, dez deles em crianças. O primeiro caso de sarampo na cidade foi confirmado em junho e a cidade chegou a realizar vacinação em massa em dois bairros da cidade (Araguaia e Cecap) para o bloqueio da doença.  Rio Preto tem cinco casos da doença que estão sendo investigados.  Diante da circulação do sarampo, a Secretaria de Saúde alertou sobre a necessidade de a população procurar serviço de saúde caso apresente sintomas como tosse, dor de garganta, nariz escorrendo, febre, indisposição, vermelhão no corpo, além de lesões especificas, que podem ocorrer dentro da cavidade oral, gengiva, são os sintomas característicos do sarampo. O médico infectologista do Cadip, Marcio Gaggini, disse que desde que chegou na cidade em 2.000, agora que veio a ter contato com o sarampo, que está voltando com força, após décadas sem registro de casos.

Claudemir Cabreira

Claudemir Cabreira

Jornalista. 

VEJA TAMBÉM

teste

ga('send', 'pageview');