“Nova Rodoviária” não aguenta a primeira chuva

GERAL - 18:07:27
“Nova Rodoviária” não aguenta a primeira chuva

Não bastassem os inúmeros erros de projeto como a absurda falta de encanamento para água e esgoto em todos os boxes, exceto a lanchonete, o novo Terminal Rodoviário de Fernandópolis, obra de R$ 2,6 milhões inaugurada em junho, não aguentou a primeira chuva. 
Fotos e vídeos de passageiros em cima das cadeiras para fugir da enxurrada que inundou o novo terminal circulam pelas redes sociais, acompanhadas de uma série de críticas sobre a necessidade da obra e suas condições. 
No último dia 10 as falhas no projeto e algumas estruturais foram debatidas na sessão da Câmara Municipal. “A Rodoviária nova ficou muito bonita, porém, estive lá no barbeiro para cortar meu cabelo e infelizmente não tem água para o barbeiro, ele é obrigado a trabalhar sem água. Ele ganhou a licitação, está tudo certinho, mas não tem água e nem esgoto”, disse Mileno Tonissi (PTB). 
Além da falta de água e esgoto nos boxes, CIDADÃO ainda recebeu reclamações sobre a rachadura em uma parte do piso a má divisão dos boxes, que teriam ficado muito pequenos e desproporcionais, além da famigerada falta de cobertura para entrada e saída de passageiros, que em tempos de chuva são obrigados a se molhar para sair do veículo com as malas e adentrar ao terminal, como foi visto hoje. 

VEJA TAMBÉM

teste

ga('send', 'pageview');