Concorrência do lixo ficou para dezembro

ARTIGOS - 19:06:52
A Prefeitura republicou pela terceira vez o edital da concorrência milionária visando contratação de empresa especializada para a coleta, transporte e disposição final de resíduos sólidos domiciliares e coleta seletiva. O negócio envolve orçamento de R$ 7,6 milhões e vem sendo contestado desde julho quando a prefeitura publicou o primeiro edital. 
A última tentativa de impugnação foi proposta pelas empresas Machione Projeto, Construção e Pavimentação e a Litucera Limpeza e Engenharia Ltda. A Terracon foi quem apresentou a primeira contestação quando da primeira publicação do edital, em julho. 
A abertura das propostas estava prevista para o dia 8, mas a prefeitura decidiu promover as alterações que vinham sendo alvo de contestações e remarcou nova data, agora para o dia 6 de dezembro.
Com a decisão da prefeitura em modificar o edital e abrir novo prazo, a conselheira do Tribunal de Contas, Cristiana de Castro Moraes, decidiu ignorar as ações das empresas arquivando as impugnações propostas. “As alterações anunciadas no edital prejudicam os questionamentos aventados, na medida em que houve a modificação de todos os aspectos que foram impugnados, inclusive já com a republicação e reabertura do prazo às eventuais interessadas no certame. Em vista do exposto, deixo de adotar medida de suspensão do certame e determino o arquivamento dos feitos”, escreveu a conselheira.
A concorrência agora foi dividida em dois lotes – Lote 1 - Coleta e Transporte de Resíduos Sólidos Domiciliares; Disposição Final e Licenciado; e Lote 2 – coleta seletiva.
Atualmente o serviço de coleta domiciliar de lixo, transporte e disposição final em aterro sanitário, além da coleta seletiva, é realizado pela empresa Proposta Engenharia, vencedora de uma concorrência aberta em 2014 pela prefeitura.
 
 
Bate pronto
 
  DOR DE CABEÇA – O novo Terminal de Passageiros está dando mais dor de cabeça ao prefeito do que o previsto. Problemas com o projeto já resultaram em enchente no Terminal e críticas pela falta de pontos de água e esgoto nos boxes (exceto a lanchonete). Por falar em boxes, a prefeitura, que desde a inauguração do Terminal, conseguiu locar apenas dois boxes (lanchonete e barbearia) acaba de publicar novo edital de chamamento para tentar locar os dois espaços que restam um de 9 metros quadrados com aluguel de R$ 400 e outro de 24 m2, com aluguel de R$ 1.000 (originalmente destinado a farmácia 24 horas), mas agora com opção para outros tipos de comércio ou mesmo farmácia em horário normal. A apresentação das propostas está marcada para o dia 5 de dezembro.
 
 
  FROTA – Saiu a adjudicação/homologação do segundo pregão realizado pela prefeitura para compra de veículos em geral que compõe o pacote de R$ 7 milhões para renovação da frota de veículos da prefeitura. Na semana passada saiu a homologação do pregão de máquinas e veículos pesados. No pacote desta semana, a prefeitura comprou um furgão (Peugeot Citroen do Brasil), sete veículos hatch e três caminhonetes cabine dupla (Volkswagen do Brasil), um ônibus com 32 lugares (Noromax Caminhôes e Ônibus), uma pick-up médio e uma Van com acessibilidade (R&M Veículos), uma Van com 16 lugares (PM Car Mercantil) e uma ambulância tipo furgoneta (Safira Veículos). Lembrando que a prefeitura não conseguiu comprar dois itens desse pacote: uma moto e um veículo Sedan para servir o gabinete do prefeito.
 
 
  REAÇÃO - O prefeito Marcio Castrequini, de Mira Estrela, foi as redes sociais esta semana para colocar seu posicionamento sobre a intenção do governo federal extinguir municípios com menos de 5 mil habitantes, como está na PEC do Pacto Federativo. Em nota, afirmou: “Vimos, em respeito à população de nossa querida e amada Mira Estrela e nossos visitantes, nos posicionar totalmente CONTRA, a intenção de que municípios com menos de 5.000 habitantes sejam incorporados por outras maiores. Temos que respeitar a nossa história, e valorizar aqueles que passaram por aqui e deixaram seu esforço e suor para com o nosso município”. Ele finalizou convocando todos para defesa da cidade: “Vamos juntos defender a nossa Mira Estrela, para que ela brilhe por toda a eternidade”. 
Claudemir Cabreira

Claudemir Cabreira

Jornalista. 

VEJA TAMBÉM

teste

ga('send', 'pageview');